sábado, 14 de janeiro de 2017

REPERCUSSÃO - Rebelião no Presídio de Alcaçuz é manchete nos principais jornais do país

A rebelião deflagrada na tarde deste sábado, dia 14, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN), é destaque dos principais jornais do país. O motim ganhou destaque nas páginas digitais do veículos.

O Estado de São Paulo registrou que os presos da maior cadeia do Rio Grande do Norte se rebelaram, invadiram o depósito de armas e expulsaram os agentes da penitenciária. Os detentos cortaram a luz e a Polícia Militar cercou a prisão na tentativa de evitar uma fuga em massa.  O jornal Folha de São Paulo informou que a rebelião deixou "presos decapitados" e de brigas em diversos pavilhões do presídio. A edição digital da Folha diz qu o temor é que o local só venha a ser controlado pela manhã.
Para o jornal O Globo, que ouviu o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, a situação do presídio é preocupante. Para a repotagem, Wallber Virgulino informou que a situação era crítica mas que a Polícia Militar estava retomando o controle do presídio. "Segundo ele, os policiais já haviam conseguido entrar na penitenciária, mas havia espaços dentro do local que ainda estavam sobre o controle dos presos", trouxe a matéria.

Na versão digital do site Globo.com, a rebelião é manchete do portal de notícia. A reportagem explica que a rebelião foi motivada por uma briga de facções. A matéria aponta para o conflito entre os membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) e do Sindicato do Crime. 

novojornal

Nenhum comentário: