segunda-feira, 30 de maio de 2016

BRASIL - Fabricantes exigem pagamentos de encomendas de R$ 500 milhões com a Petrobras

A administração é nova, mas os problemas são antigos: Pedro Parente assumirá o lugar de Aldemir Bendine na presidência da Petrobras e, entre inúmeros desafios, terá que pagar um valor de R$ 500 milhões em encomendas com companhias ligadas à Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e que ainda não foi quitado.

O montante diz respeito a máquinas faturadas e não pagas, e também a equipamentos já produzidos e que estão estacionados nos armazéns das empresas fabricantes. Em reportagem do jornal “Valor Econômico”, o presidente do conselho de óleo e gás da Abimaq, César Prata, disse que acha pouco provável um acordo único que atenda todas as demandas.

A dívida é um problema que está na mesa da presidência da Petrobrás desde o início de 2015, ainda na gestão de Graça Foster. O diretor da Abimaq considera que a indicação de Pedro Parente para conduzir a estatal passa a dar credibilidade à petrolífera, mas afirma que não há ainda indícios de que a questão das dívidas com as fabricantes de equipamentos será solucionada.

Nenhum comentário: