destaque

destaque

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

BRASIL - Maia nega rolo compressor e diz que votação 'está indo bem'

Depois de dar uma fugida do plenário para comer rapidamente no gabinete do vice-presidente da Câmara, deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), onde a comida é farta, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ao GLOBO que não está usando o rolo compressor, numa reação às críticas da oposição. Ele espera que tudo esteja encerrado até 19h e brinca que hoje tem jogo do Botafogo, seu time.

— A sessão está indo bem. Fiz a previsão de que o quórum seria alto na quarta-feira. Aquela questão de não dar presença sempre foi um absurdo e isso está comprovado com o quorum que temos hoje — disse Maia.

O presidente da Câmara acredita que mais de 350 deputados votarão contra a denúncia e sorri, quando perguntado sobre estar usando rolo compressor.

— Tanto não estou (usando o rolo compressor) que todos os líderes da oposição estão falando mais tempo do que o Regimento permite, exatamente para ajustar uma questão de que é regimental, de que fala o relator e o advogado, e, com isso, de fato, ficou muito tempo para um lado só. Então, estou compensando. É possível que em duas horas se comece a votação (da denúncia) — disse Maia

No rápido almoço no gabinete de Fábio Ramalho, Maia acabou quebrando um copo d'água em cima do terno. Depois, foi ao seu gabinete e, ao sair, encontrou com ministros que estão atuando pata garantir os votos contra a denúncia. Ele conversou rapidamente com Ricardo Barros (Saúde), o único que não reassumiu a vaga de deputado. Ao todo, dez ministros reassumiram suas vagas para votar a favor de Temer.

(Por Cristiane Jungblut)

Nenhum comentário: