destaque

destaque

terça-feira, 13 de junho de 2017

CEARÁ-MIRIM - Câmara Municipal registra mais de 1 mil proposições em apenas quatro meses

A Câmara Municipal de Ceará-Mirim, na Grande Natal, alcançou no final de maio a marca de 1 mil proposições legislativas protocoladas apenas nos primeiros quatro meses de atividades este ano. Entre projetos de lei, indicações, requerimentos e moções, os 15 vereadores da Casa sugeriram a execução de ações em diversas áreas do município.

A alta produtividade, na avaliação do presidente Ronaldo Venâncio (PV), se deve à expressiva renovação nos quadros da Câmara na última eleição. No pleito municipal, apenas 3 vereadores foram reeleitos para o cargo. “A atual legislatura já começou dando sinais de que a atividade parlamentar seria exercida de maneira diferenciada, e isso aconteceu nos mais diversos segmentos”, aponta o chefe do Poder Legislativo.

Segundo Venâncio, o número de ações legislativas demonstra que os novos vereadores têm tido uma dedicação intensa. “Isso se deve à vontade e à determinação dos vereadores, acima de tudo. Esse foi um trabalho coletivo, que mostra o comprometimento com o mandato”, afirma.

Entre os dispositivos apresentados pelos vereadores e debatidos na Câmara, o principal tema é a educação. A maioria dos requerimentos, indicações e projetos de lei pede melhorias na infraestrutura das escolas e, sobretudo, a contratação de professores. “A educação é uma das esferas de ordem de prioridade, pois a demanda da população não está sendo atendida. O corpo docente se mostra insuficiente”, ressalta Venâncio.

Outros assuntos, contudo, também foram motivos de preocupação dos vereadores. Entre eles, está a demanda pela recuperação de outros serviços essenciais do município ligadas às áreas de saúde, esporte, lazer e limpeza urbana. “Muitos dos requerimentos estão relacionados à recuperação de estradas vicinais e coleta de entulhos, por exemplo”, destaca.

Segundo o presidente da Câmara, as demandas têm sido encaminhadas principalmente para a prefeitura e secretarias do município, mas há também há distribuição para outros órgãos, como o Governo do Estado, no caso de serviços que sejam gerenciados pela gestão estadual, como a área de segurança pública.

No caso das reivindicações enviadas à prefeitura, Venâncio declara que apenas uma pequena parte das demandas têm sido atendidas. “Parte das solicitações está sendo atendida pela prefeitura, mas não há um trabalho efetivo. Nós vamos fazer um acompanhamento disso e cobrar”, frisa o presidente.

De acordo com o vereador do PV, que foi um dos poucos da Casa a ser reeleito, a maioria das demandas apresentadas pelos vereadores tem origem no relato de moradores das mais diversas comunidades. Por isso, ele conta que este contato com a população será aprimorado. “Vamos sair para as comunidades, levando a ‘Câmara Cidadã’. Vamos identificar as demandas e proporcionar um contato maior com o público”, ressalta, afirmando que a comunidade de Muriú deverá ser a primeira receber o projeto na atual legislatura, já no mês de julho.

Além disso, outra ação no sentido de intensificar a aproximação do Poder Legislativo com os ceará-mirinenses será a inauguração dos gabinetes dos vereadores, que atualmente não têm um local específico para atender à população e desempenhar os trabalhos legislativos. “E também teremos os gabinetes itinerantes. Já iniciamos e vamos aprimorar”, finaliza o presidente.

Nenhum comentário: