destaque

destaque

terça-feira, 9 de maio de 2017

ESTADO - MPRN desconsidera cancelar concurso suspeito de fraude

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) se pronunciou, através de nota, sobre as prisões de pessoas com pontos eletrônicos no ouvido durante concurso público da instituição, nesse domingo, 7.

O MPRN considera que não existe “qualquer motivo para o cancelamento da prova”. Ao todo, 19 prisões, no Rio Grande do Norte e na Paraíba, desarticularam uma quadrilha suspeita de fraudar cerca de 40 concursos em seis estados do Nordeste.

Veja nota na íntegra:

Com relação à prisão da quadrilha envolvida com a fraude em concurso público, o Ministério Público do Rio Grande do Norte ressalta que o bando tentou burlar o concurso realizado pela Instituição no domingo (7), mas a ação criminosa foi prontamente abortada pelos policiais civis da Paraíba, que estavam trabalhando na operação Gabarito.

O MPRN ressalta que não houve qualquer prejuízo ao processo seletivo, inexistindo qualquer motivo para o cancelamento da prova.

Nenhum comentário: