destaque

destaque

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

MUNDO - Eike é primeiro top 10 da Forbes a ser preso desde Pablo Escobar

1
Desde Pablo Escobar, que apareceu na lista dos bilionários da revista "Forbes" na primeira edição, em 1987 -e em outros seis números seguidos-, nenhum dos que chegaram a estar entre os dez maiores bilionários havia sido preso até hoje. Pablo Escobar, líder do Cartel de Medellín, fez fortuna com o tráfico internacional de drogas. Ao listá-lo entre os homens mais ricos do mundo, a publicação americana estimou sua fortuna em US$ 3 bilhões. El Patrón, como era conhecido, foi morto em 2 de dezembro de 1993 pela polícia e Exército colombiano. Ele recebeu seis tiros e morreu um dia depois de fazer 44 anos.

O anúncio de que o empresário Eike Batista era foragido da Justiça e que teve a prisão preventiva decretada na Operação Eficiência colocou o ex-bilionário em situação semelhante à de Pablo Escobar. Em 2012, Eike Batista era o sétimo homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões. No ano seguinte, com perdas expressivas, caiu para a centésima posição no ranking da "Forbes". Em 2014 já estava fora do ranking que lista os 1.645 bilionários do mundo. Eike desembarcou nesta segunda (30) no aeroporto do Galeão, no Rio. Ele estava em Nova York e foi o principal alvo da Operação Eficiência, deflagrada pela Polícia Federal, na quinta-feira (26).

Nenhum comentário: