destaque

destaque

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ESTADO - Forças Armadas atuarão nos presídios para inspeções

A decisão de pedir apoio às Forças Armadas foi apresentada na reunião no Planalto pelo próprio presidente Michel Temer. De acordo com um dos integrantes da reunião, os militares das Forças Armadas não lidarão com presos diretamente. Com isso, se tentará evitar a "vista grossa" que muitas vezes acontece na entrada dos presídios. 

Os militares vão operar equipamentos nos presídios para fazer checagem de entrada de armas, celulares e tudo o mais que for proibido. Ou seja, vão atuar na detecção de metais nas entradas e nas instalações, fazendo fiscalização nos presídios. Vão ajudar também na cooperação de inteligência. Apesar de ser um tipo de atuação considerada inédita, não houve resistência das Forças Armadas na execução deste tipo de missão. 

Nenhum comentário: