quarta-feira, 9 de novembro de 2016

BRASIL - Juiz autoriza por WhatsApp que detento faça Enem

Poucas horas antes do início das provas do Enem no último sábado, 4, o juiz Pedro Câmara Raposo Lopes, da vara de execuções criminais de Pará de Minas/MG, autorizou que um detento realizasse o exame. Para que o despacho chegasse à unidade prisional a tempo, o magistrado digitou a decisão diretamente pelo celular e a enviou pelo aplicativo WhatsApp para a direção da penitenciária.

Segundo o juiz, o preso já havia solicitado autorização para deixar a penitenciária para a realização das provas, mas os trâmites do processo demoraram além do previsto. Assim, até 4/11, a autorização ainda não tinha sido concedida.


O magistrado contou que, no sábado de manhã, quando estava de plantão, a direção da penitenciária enviou no seu WhatsApp uma foto do ofício anexado ao processo, com o pedido para a saída do detento para a realização das provas. Assim, para que desse tempo de o detento se deslocar até a escola onde o exame seria aplicado, o juiz enviou a decisão também pelo aplicativo.

Nenhum comentário: