terça-feira, 17 de maio de 2016

AREIA BRANCA - Prefeita precisa de mais dois, apenas

A Câmara Municipal de Areia Branca decidiu adiar a sessão, que seria realizada neste domingo (15), para definir sobre a cassação da prefeita Luana Bruno (PMDB), para esta terça (17), às 11h. A sessão julgará o parecer da Comissão Especial de Inquéito (CEI), que aponta supostos crimes de responsabilidade. No primeiro julgamento, na última terça-feira (10), dois terços da Casa acataram o parecer e decidiram cassar o mandato da prefeito.

No mesmo dia, a Câmara deu posse à vice-presidente, Lidiane Garcia (PHS). No entanto, a sessão foi considera nula pela Justiça. Decisão da juíza Uefla Fernandes, na sexta-feira (13), acatou o argumento do advogado de defesa Felipe Cortez de que o julgamento foi feito sem o amplo direito de defesa da prefeita. A juíza deternou o retorno da prefeita ao cargo e a realização de novo julgamento.
Luana foi cassada por oito vereadores. Outros três não participaram da votação. Para evitar nova cassação, a prefeita precisa conquistar pelo menos dois votos dos vereadores que votaram contra ela.


Nenhum comentário: