destaque

destaque

quarta-feira, 27 de abril de 2016

ESTADO - Publicação no DOE gera boatos sobre a saída do capitão Styvenson ca

Bastou sair no Diário Oficial do Estado (DOE) uma movimentação rotineira de oficiais da Polícia Militar, incluindo a designação do capitão PM Styvenson Valentim, na atuação junto ao Detran, para que boatos sobre a saída do militar da Operação da Lei Seca infestassem as redes sociais.

Segundo a Assessoria de Comunicação do Governo do Estado, a dispensa é uma medida comum e meramente burocrática. Para alegria de muitos e tristeza de poucos, o capitão, portanto, permanecerá no comando da Operação Lei Seca e ficará cedido ao Detran, para desempenhar, efetivamente, funções administrativas junto à Diretoria de Ensino.

Em entrevista ao Portal Agora RN, Styvenson, que participa de palestras educativas em várias cidades potiguares, disse desconhecer a suposta saída das blitzens, disseminada nas redes sociais.
O capitão Styvenson está dispensado, a partir do próximo dia 14, da chefia do setor de educação no trânsito, do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), pelo Comandante Geral da PM, de acordo com a portaria de n°078/2016, publicada nesta terça-feira, no Diário Oficial do Estado. O coordenador da Operação Lei Seca no RN foi ainda foi designado a trabalhar na Diretoria de Ensino do Departamento estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran).

Nas redes sociais, a informação dava conta da saída de Styvenson do comando da Operação Lei Seca, a menos de uma semana, quando foi apreendida a CNH do ex-ministro do Turismo, Henrique Alves, após o parlamentar se negar a soprar o bafômetro, durante uma blitz na zona Sul de Natal. Apesar de não ter sido preso, o peemedebista responde administrativamente pela infração prevista em lei e teve que pagar multa de R$ 1.915,40.
sdvsvws
Capitão Styvenson Valentim

Nenhum comentário: