destaque

destaque

sábado, 31 de janeiro de 2015

ESTADO - IFRN divulga que conseguiu economizar R$ 85 mil em conta de energia elétrica

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte divulgou que economizou, em 2014, R$ 85.860,00 em contas de energia elétrica. A economia foi resultado da produção de três microgeradores fotovoltaicos instalados na Reitoria e nos campi São Paulo do Potengi e Ceará-Mirim, responsáveis pela geração de 340.532 kWh no ano. Além disso, evitaram a emissão de 30,3 T de CO2, já que o produto dos microgeradores é uma energia limpa.

A primeira usina de energia solar do IFRN começou a funcionar na Reitoria do Instituto no dia 30 de dezembro de 2013. A segunda, do Campus Ceará-Mirim, entrou em funcionamento em 24 de março de 2014 e a terceira, do Campus São Paulo do Potengi, em 17 de abril de 2014.

O IFRN foi a primeira instituição pública do Rio Grande do Norte a aderir ao sistema de compensação de energia através da produção de fontes alternativas, o que foi regulamentado pela Resolução Normativa 482, de 17 de abril de 2012, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Formadas por placas solares, as usinas fotovoltaicas transformam a energia do sol em elétrica e, interligadas diretamente à Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Norte (Cosern), geram descontos proporcionais na conta de luz.

O IFRN ainda instalará usinas nos campi Canguaretama, Currais Novos e Natal-Central. Além disso, os campi avançados Parelhas e Lajes, que estão em fase de conclusão de obras, já serão entregues, ainda neste ano, com usinas fotovoltaicas instaladas e em funcionamento. De acordo com Franclin Róbias, engenheiro eletricista do IFRN, a Cosern deve ir ao Campus Canguaretama na terça-feira, 3 de fevereiro, para instalar o medidor bidirecional, necessário a esse tipo de sistema, e autorizar a conexão e, portanto, o funcionamento do microgerador. Já as usinas dos campi Natal-Central e Currais Novos devem entrar em funcionamento até o final de março.

REGIONAL - Aterro sanitário do Vale do Açu está orçado em R$ 13 milhões

Na última quinta-feira (29), prefeitos, representantes do Consórcio Público Regional de Saneamento Básico do Vale do Açu, representante do Semarh e técnicos da empresa Geotechnique, se reuniram, em Assú, para debater o projeto de construção do aterro sanitário. A reunião foi promovida no auditório da Floresta Nacional do Açú – Flona.

No encontro os técnicos da empresa Geotechnique, apresentaram o projeto e o valor que deverá ser utilizado na sua execução: R$ 13 milhões (que servirão para construção do aterro, equipamentos de recolhimento e de tratamento do lixo municipal).

Além disso, o representante da empresa, o biólogo Bráulio Henrique, também apresentou o projeto da unidade de triagem para os catadores e os postos de entrega voluntária para o recebimento do lixo nas cidades. “Serão setores complementares desse grande projeto que mudará de vez as ações de coleta do lixo nas cidades da região”, explicou o biólogo.

O prefeito do Assú, Ivan Júnior, destacou a importância do evento: “Está reunião foi mais um passo dado para que sejam viabilizados recursos para construção do aterro, porém, em Assú não estamos apenas esperando pelo aterro através do consórcio, já destinamos, no município uma área para implantação de um aterro controlado em valas, para fazer a desativação do lixão, de acordo com estudo técnico feito pela Semarh. Com isso, esperamos ter a desativação do lixão em médio prazo e com a construção do aterro, através do consórcio, resolveremos de vez esta questão”, finalizou Ivan Júnior. 

O presidente do consórcio, prefeito do município de Pendências, Ivan Padilha de Souza, disse que visitará os municípios integrantes do consórcio com o objetivo de motivar a participação de todos os prefeitos. “Hoje foi mais uma oportunidade de debatermos os pontos cruciais dessa obra que irá mudar, definitivamente, os rumos de nossa região no que diz respeito aos resíduos sólidos. Conversarei com todos os prefeitos, este projeto precisa da participação ativa de todos os envolvidos”, ressaltou Ivan Padilha.

De acordo com o representante da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), o engenheiro sanitarista Sérgio Pinheiro, a reunião foi produtiva e novos posicionamentos deverão ser tomados em março. “Foi um encontro profissional, percebemos que as cidades do Vale do Açu estão comprometidas com esse avanço no tratamento do lixo. Aproveitei a reunião para apresentar alguns pontos que a Semarh acredita serem fundamentais. Como é o caso de uma agência municipal reguladora para o acompanhamento de trabalhos no setor ambiental”, comentou.

Ficou para o dia 18 de março a definição sobre como os prefeitos de cidades do Vale do Açu irão viabilizar os recursos para a construção do aterro sanitário da região e outros projetos estruturantes para o setor de recolhimento do lixo municipal.

Presenças
Além de Ivan Júnior e Ivan Padilha, também estiveram presentes os prefeitos: Sergio Cadó – Pedro Avelino; Fábio Bezerra – Serra do Mel; Manoel Benevides – Carnaubais; Jackson Bezerra – Afonso Bezerra e Antônio Carlos – Paraú. Os municípios de: Macau, Lajes, Pedra Preta, Alto do Rodrigues, Ipanguaçu e São Rafael enviaram representantes.

Ministério Público
Também acompanhou a reunião a senhora Janny Suênia Dias de Lima, assistente ministerial do Ministério Publico Estadual, que participou do encontro representando o Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, do Patrimônio Histórico e Paisagístico.

ESTADO - Operação Lei Seca está com equipe desfalcada

Tenente Styvenson desabafou e pediu reconhecimento do Poder Público à Operação Lei Seca
O retorno do tenente Eann Styvenson no comando da Operação Lei Seca na madrugada deste sábado (31) pegou alguns motoristas natalenses de surpresa. Após duas semanas de férias, Styvenson retornou ao comando da operação com blitz realizada na rua Walter Duarte, em Capim Macio. O retorno da operação, no entanto, ocorreu com desfalques na equipe e críticas por parte do coordenador.


Na blitz realizada na madrugada deste sábado (31), cinco pessoas foram presas por dirigirem embriagadas e outras 43 tiveram as carteiras de habilitação (CNHs) recolhidas. Participaram da operação a Polícia Militar, Polícia Civil e o Departamento de Trânsito do RN (Detran). Durante a noite, foram realizados 124 testes do bafômetro na operação que ocorreu das 0h às 6h30.

Comandante da operação desde 2013, Styvenson afirmou que o afastamento provisório aconteceu por causa das suas férias. Ele nega os boatos de afastamento que circularam recentemente nas redes sociais. "Tentei tirar minhas férias, mas há dois anos não consigo tirar férias. Mal tive folga. Fiquei fora há duas semanas, mas retornei", afirmou. 

Styvenson ainda revelou a situação atual da operação "está difícil". Isso porque houve uma diminuição do efetivo que participa da blitz, que em 2014 era composto por 14 soldados. Hoje, apenas 9 soldados, 2 tenentes e um cabo compõem o efetivo. Não houve reposição por parte parte do comando da Polícia Militar.

"Eles me pediram para sair. No ano passado trabalharam sem folga, sem diária operacional, não tem muita vantagem fazer o que a gente faz hoje. Não há reconhecimento", desabafa o comandante. "Está difícil repor. Nem todo mundo está disposto a trabalhar no final de semana. Reconhecimento da sociedade a gente tem, mas quem deveria reconhecer não reconhece."

ESTADO - Governo prepara cronograma de abastecimento de água através de carros-pipa

Mais de 550 carros-pipa abastecerão as cidades que passam por problemas graves com a falta de água. Veja cronograma do governo do estado

ESTADO - Sete cidades do RN, só recebem água através de carros-pipa

Sete cidades enfrentam o colapso no abastecimento de água e dependem exclusivamente de carros-pipa: Antonio Martins, João Dias, Luís Gomes, Paraná, São Francisco do Oeste, São Miguel, Tenente Ananias e Carnaúba dos Dantas

Em relação aos caminhões-pipas, a Caern expôs ao governador que pelo menos 26 municípios vão precisar desse tipo de abastecimento de água, das quais 15 situam-se na região Oeste e 11 na região do Seridó, onde a necessidade prevista é, respectivamente, de 232 e 339 carros-pipas por dia. O custo total é de R$ 5.976.300,00 por mês.  

Outra decisão tomada pelo governo, é a deflagração de uma campanha educativa na mídia impressa e eletrônica - “o que nunca foi feita para combater o desperdício de água”, anunciou Faria.

ALTO DO RODRIGUES- Aniversariante do dia: Francisco Valério

Ainda em tempo de parabenizar o nosso amigo, leitor, parceiro, colaborador Francisco Valério, que comemorou nesta sexta-feira (30), mais um ano de vida. Nós queremos lhe desejar toda sorte (do mundo e mais um pouco), para este cidadão que ama a cidade de Alto do Rodrigues e seu povo.

ESTADO - Robinson suspende ajuda a carnavais

O governador Robinson Faria reuniu os secretários das áreas de meio ambiente e recursos hídricos, no começo  da tarde desta sexta-feira (30), a fim de estabelecer um plano emergencial de combate à seca, que o próprio chefe do Poder Executivo definiu como de “curto prazo”. De início, Robinson Faria afirmou que este ano o governo não vai passar recursos financeiros para ajudar o Carnaval no interior, como tradicionalmente pleiteiam os municípios, nem mesmo através a Fundação José Augusto (FJA): “? uma medida amarga, que temos de enfrentar, vamos dar prioridade ao combate à seca”.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

ALTO DO RODRIGUES - Câmara Municipal volta do recesso dia 25/02, decreta o presidente Nixon Baracho

Presidente Nixon Baracho, fixa a data de volta das sessões na Câmara Municipal
O presidente da Câmara Municipal, vereador Nixon Baracho, publicou nesta tarde, decreto nº 003/2015 onde fixa a data para a volta dos trabalhos do legislativo altorodriguense. Será no dia 25 de fevereiro. E, justificou a mudança da data, devido a quarta-feira (18) que iniciaria às sessões, seja uma quarta-feira de cinzas. 

Em virtude desse fato, Nixon, alterou a data de início das sessões ordinárias. No decreto, o presidente manda avisar aos demais edis para a mudança e anuncia que, na primeira sessão, será dedicada para a Leitura Anual do chefe do Executivo, prefeito Abelardo Rodrigues Filho, que mostrará o que já foi feito em 2014 e anunciar os Projetos e Ações que serão desenvolvidos neste ano.

BRASIL - Rogério sobre crise energética e na Petrobras: “Governo do PT mantém espetáculo de mentiras”

As desculpas do governo federal em torno da crise energética brasileira e da sequência de denúncias na Petrobras não tem convencido grande parte da sociedade. Para o deputado federal diplomado, Rogério Marinho (PSDB), “o PT mantém um espetáculo de mentiras” para enganar a população, como fez durante a campanha eleitoral de 2014.

“As explicações para o apagão são mambembes. O racionamento é adiado de forma irresponsável. Governo do PT de forma incompetente, irresponsável e demagógica estimulou consumo em quadro de escassez. Resultado: apagões e racionamento”, disse o tucano.

Sobre a situação pela qual passa a maior estatal do país, Rogério criticou a forma como a presidente da Petrobras tem conduzido o problema. “Graça Foster anuncia que o desvio pode passar de 88 bilhões de dólares como se não tivesse nenhuma relação com o furo, que vai acabar sendo pago pelo povo brasileiro”.

Segundo Rogério, o balanço da Petrobras divulgado pelo governo recentemente foi “uma vergonha nacional” com o “estilo de governo do PT: mente e quer que os outros acreditem, resultado queda na bolsa”.

ALTO DO RODRIGUES - Oportunidade imobiliária imperdível


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

G1RN - Taxista de Pernambuco é preso com 'arma de guerra' na Grande Natal

Segundo a Polícia Federal, fuzil apreendido é armamento utilizado em guerra (Foto: Divulgação/PF)
Um taxista pernambucano, de 21 anos, foi detido na tarde desta quarta-feira (28) ao ser flagrado transportando um fuzil de calibre 5.56. Segundo a Polícia Federal, trata-se de um armamento utilizado em guerra. A prisão aconteceu durante uma fiscalização de rotina em um posto de combustíveis às margens da BR-101, no município de São José de Mipibu, na Grande Natal.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal, a prisão contou com apoio de agentes da Polícia Rodoviária Federal. "O taxista ficou visivelmente nervoso ao ser questionado sobre o motivo da viagem", informou. "O carro, que tem placas de Recife, foi revistado e a arma encontrada sobre o banco traseiro, desmontada, porém enrolada em um pano no interior de uma bolsa", acrescentou. De imediato, o suspeito recebeu voz de prisão e foi conduzido para ser autuado na sede da PF, no bairro de Lagoa Nova, em Natal.

A PF contou que o taxista, durante o interrogatório, disse que o fuzil seria entregue para uma pessoa que que iria ao seu encontro, mas que não sabia o nome dela. Em seguida, o rapaz preferiu ficar em silêncio, utilizando-se do direito constitucional de permanecer calado. Além da prisão, a PF apreendeu o táxi, dinheiro, celulares e munição. O suspeito foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das força armadas e permanece sob custódia da PF, à disposição da Justiça, onde aguarda transferência para alguma unidade prisional do estado.