destaque

destaque

sábado, 16 de março de 2013

ALTO DO RODRIGUES

Reinauguração em CIA CASA SHOW foi sucesso total.
fotos: Altofest

O promoter CIA PROMOÇÕES começou os eventos de 2013 com total sucesso. A primeira grande festa e logo, de reinauguração da casa, foi um sucesso em todos os sentidos.

Casa cheia, a festa teve público de toda a região para curtir o fenômeno Bonde do Brasil e o melhor pagode-brega do momento Desembestados do Brasil.



sexta-feira, 15 de março de 2013

ALTO DO RODRIGUES

Veja fotos da reunião do Plano Diretor Participativo sob as lentes do fotógrafo Sueldo Cabral





ALTO DO RODRIGUES

Tudo pronto para a festa do ano: Bonde do Brasil e Desembestados do Brasil

A reinauguração de CIA CASA SHOW tá a melhor do Brasil. Duas grandes bandas farão a festa da galera. Bonde do Brasil e o pagode-brega Desembestados do Brasil.


ALTO DO RODRIGUES

A vice-prefeita Emília patrícia também já se faz presente na reunião do Plano Diretor Participativo. Acaba de chegar o secretário Bão com a esposa e ex-vereadora Marlene.

Daqui a pouco, transmissão ao vivo


ALTO DO RODRIGUES

Mais dois vereadores acabam de chegar no plenário da Câmara

O vereador Zé Pedro e a presidente da Casa, vereadora Ina Mulatinho já se fazem presente na reunião do Plano Diretor Participativo.
ALTO DO RODRIGUES

Secretários municipais, vereadores e população já presentes na reunião do Plano Diretor Participativo

Neste exato momento, encontram-se no plenário da Câmara Municipal, os vereadores Nixon Baracho, Maria das Virgens (Maria de Anália), o ex-vereador Cabral, além dos Secretários municipais de Meio Ambiente e Urbanismo, Assistência Social e Tributação e a população interessada em saber tudo sobre o Plano Diretor Participativo.

Em instantes, transmissão ao vivo

BRASIL

Médico receita vodca para nebulização de bebê


Receita escrita pelo médico
Foto: Reprodução

Um médico da cidade de Aracruz, no interior do Espírito Santo, orientou que fossem utilizadas gotas de vodca na nebulização de um bebê. A orientação foi prescrita a pelo menos duas pacientes, num formulário oficial do Hospital e Maternidade São Camilo, que é filantrópico e atende a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma das mães é a agente de saúde Luana Tomaz, de 22 anos, mãe de um bebê de seis meses. O filho dela começou a passar mal no início desta semana, com quadro de tosse, secreção e suspeita de pneumonia. A criança foi levada ao hospital e atendida pelo médico Luiz Alexandrino Alves, que recomendou nebulização com vodca.

Na receita, ele indica que a bebida deveria ser dosada com outras medicações - entre elas Berotec, soro e Atrovent - e usada no procedimento de nebulização da criança a cada seis horas, pelo período de sete dias. A consulta transcorreu normalmente e a mãe só se surpreendeu quando chegou à farmácia para comprar os remédios.

- O farmacêutico disse que não tinha o que eu estava pedindo, pois era vodca de supermercado. Não acreditei quando ouvi isso - disse Luana, que fez a consulta pelo SUS.

A indignação ganhou as redes sociais quando Luana postou o caso no Facebook. Em seguida, ela descobriu que uma amiga, Joyce Silva, que é mãe de um bebê de um mês, também havia passado pela mesma situação. As duas mulheres contrataram uma advogada e alegam que, antes de prescrever as receitas, o médico ainda "brincou" com elas.

- Ele me perguntou se eu conhecia um remedinho chamado vodca. Falei que não e ele me respondeu, surpreso, 'mas eu só estou falando de vodca de supermercado'. Na hora, achei que ele estivesse brincando comigo, nunca pensei que fosse receitar isso para o meu filho - disse Luana.

A situação pode parecer estranha, mas pediatras especialistas em doenças respiratórias ouvidos pelo GLOBO esclarecem que há muito tempo, por falta de recursos terapêuticos, os médicos usavam a vodca para desidratar as secreções nos tratamentos de asma e bronquite. Entretanto, eles afirmam que isso já foi abolido, pois existem outros medicamentos comprovadamente mais eficazes.

O Hospital e Maternidade São Camilo informou que pediu um parecer da Sociedade Brasileira de Pneumologia (SBP) para saber se existe alguma contraindicação do uso de medicamentos aliados a vodca. Só depois de receber o documento, o hospital vai decidir o que fazer em relação ao caso.

- A prescrição ocorreu, mas ainda estamos apurando os fatos. O que temos até agora é uma pessoa que não possui conhecimento técnico relatando algo feito por uma pessoa que tem conhecimento técnico - informou o gerente executivo do hospital, Clemário Angeli.

Ele explicou ainda que o hospital não pode interferir em ‘hipótese alguma’ na conduta dos médicos e que eles são os responsáveis exclusivos de seus atos clínicos. Por enquanto, o médico Luiz Alexandrino Alves, que atua no hospital há quase um ano, continua atendendo normalmente. Ele foi procurado, mas ainda não foi localizado.

O Conselho Regional de Medicina informou que só pode investigar o caso se as mães fizeram uma denúncia no órgão.
ALTO DO RODRIGUES

Secretários se reúnem para traçar metas para a implantação do Plano Diretor no município


Na manhã desta sexta-feira, 15, secretários municipais do prefeito Abelardo Rodrigues se reuniram na secretaria de obras, para definir algumas metas sobre a implantação do Plano Diretor da cidade. 

Logo mais, às 19h, acontecerá uma reunião na Câmara Municipal para debater o assunto com a população.

Todos estão sendo convidados e o blog fará a transmissão ao vivo da reunião.
COLÍRIO

A gata da sexta-feira é essa aí


NORDESTE TRISTE

Coma do cantor Dominguinhos é irreversível, diz jornal
Segundo filho, médico disse que compositor não vai mais acordar.

No dia 25 de fevereiro, médicos do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, deram uma difícil notícia para os familiares do sanfoneiro, cantor e compositor José Domingos Moraes, o Dominguinhos: comunicaram que o coma em que ele está há quase três meses é irreversível e ele não deve mais acordar.

Em tratamento contra um câncer de pulmão há sete anos, Dominguinhos foi internado no dia 17 de dezembro com um quadro de pneumonia. No início da internação, sofreu oito paradas cardíacas, chegando a ficar quase cinco minutos com o coração sem bater.

Filho mais velho do primeiro casamento de Dominguinhos, Mauro da Silva Moraes resolveu divulgar o estado de saúde do pai em respeito aos fãs. “Quando meu pai ainda estava internado no Recife, um médico disse que ele não ia mais acordar. Não acreditei, outros médicos disseram que ele poderia sair do coma. Ele abria os olhos e ficava todo mundo esperançoso”, lembra Mauro.

“No mês passado, o médico dele no Sírio-Libanês falou que o coma não tinha mais volta. Eu perguntei se ele ia acordar e ele me disse que não, que o quadro do meu pai estava caminhando para um coma vegetativo”, lamentou o filho. 

“É triste saber que os admiradores não sabem o verdadeiro estado de saúde dele. As pessoas pensavam que ele estava melhorando. O marcapasso foi retirado, um dos rins está funcionando, mas ele não tem reação alguma. Faz alguns movimentos, como apertar a mão, mas os médicos disseram que é involuntário”, contou. “Oro todo dia para ele acordar. Milagres existem”.

A notícia foi comunicada há cerca de três semanas somente aos amigos mais próximos. Dono do restaurante Arriégua, onde Dominguinhos encontrava os amigos para tocar sanfona, Luiz Ceará foi um dos que souberam do estado do sanfoneiro. “Foi com muita tristeza que recebi a notícia, mas já era algo esperado. O tratamento de quimioterapia era muito violento, muito cruel”, disse Luiz Ceará, que não foi visitá-lo. “Prefiro guardar a imagem dele bem, feliz”, disse.

Família – O momento para os familiares do sanfoneiro é bastante delicado. Além dos problemas com o estado de saúde dele, há uma disputa judicial entre a ex-mulher Guadalupe Mendonça e o filho dele, Mauro. Ela o acusa de ter “se apossado” do apartamento do músico no Morumbi. Em entrevista ao blog, publicada na quarta-feira passada, ela usou palavras duras contra Mauro.

Detentora de uma procuração de plenos poderes em relação a Dominguinhos desde 1994, Guadalupe afirmou que Mauro entrou na Justiça para conseguir anular o documento dela e ser o procurador do pai.

Por telefone, falando do apartamento do pai, Mauro foi bastante polido. Disse que não queria entrar em uma troca pública de agressões verbais e que o caso estava sendo resolvido na Justiça. Pediu para falar apenas sobre o pai. “Tive uma vida bastante sofrida. Meu pai foi ausente sim, por conta do trabalho dele, mas sempre o amei muito”, disse. “Deixei minha família no Rio de Janeiro e estou aqui em São Paulo exclusivamente para ficar perto dele e cuidar dele. Sou filho legítimo, por que não posso me hospedar no apartamento dele? Que mal há nisso? Pego dois ônibus todo dia para ir visitá-lo no hospital”, contou. “Não vou falar mal de ninguém, respeito muito Guadalupe e Liv Morais (filha de Guadalupe e Dominguinhos), mas não quero que denigram a minha imagem”, disse.

Fonte: Diário de Pernambuco

CARNAUBAIS


Município tem mais uma modelo. Ops! Uma contadora 

Recebe os parabéns nesta data a nova contadora do município. Simpática e educadíssima, Tássia Albuquerque bem que podia ser candidata a miss, pois beleza a jovem tem de sobra.

Com informações do professor Aluizio Lacerda
ALTO DO RODRIGUES

Bonde do Brasil já está na cidade


Por volta do meio dia o ônibus com toda a banda do Bonde do Brasil chegou na cidade. Os músicos, apoio e os cantores almoçaram no Bar do Mano e agora descansam na pousada para pontualmente às 23h iniciarem o grande show.


HERANÇA MALDITA

Ex-prefeito de Alto do Rodrigues deixa dívida de mais de R$ 70 mil com a Construtora Dantas


O empresário Cézar Oliverlande Dantas, nos procurou hoje à tarde, para  nos mostrar os grandes prejuízos deixados pela antiga gestão, isso porque o ex-prefeito Eider Assis de Medeiros deixou de pagar a empresa mais de R$ 70 mil, referente a construção de duas caixas d'água, uma na comunidade  Mestre Severino(Vila do Rato) e outra em Canafístula, comunidade Rural de Alto do Rodrigues.


Segundo o gerente e diretor da empresa, César Dantas a prefeitura municipal ainda sob o comando do prefeito caloteiro,  Eider Medeiros prometeu que quitaria a dívida com a empresa ainda no mês de novembro de 2012, e como o homem era bom de conversa enrolou até o fim a empresa, e não pagou.

"Isso é uma vergonha, agente corre contra o tempo tentando concluir a obra e receber ai vem uma pessoa dessa e diz que não tem com que pagar, pois usou todo dinheiro na campanha" relatou César dono da empresa.

Caixa d'água por dentro, toda revestida de mantas 
Impermeáveis, para conter vazamentos
Para o filho do empresário que estava presente disse que  “faltou gestão” dos recursos na administração anterior, que deixou uma dívida de R$ 6.000 milhões para o outro prefeito pagar. Ele informou que houve uma negociação por parte do antigo Secretário de Infra estrutura Wilson da Cunha, mas que o mesmo alegou que não podia fazer nada se a ordem não viesse do ex- prefeito.

Ordem de serviço 

Confira também a Nota Fiscal

O empresário ainda exibe a nota de ordem de serviço que não foram pagas.


Na comunidade de Canafístula também se encontra uma caixa d'água semelhante que não foi paga até hoje.

Do blogdoLucianoSeixas

quinta-feira, 14 de março de 2013

PENDÊNCIAS

Peritos da Petrobras estão na cidade para confirmar se existe porto de embarque desembarque de gás natural

Atendendo um pedido da MPF, peritos da Petrobras estão no município conferindo se realmente existe e onde está o porto de embarque e desembarque de gás natural.
PENDÊNCIAS

Ex-aliada do prefeito Ivan Padilha desabafa: "Ivan não conte mais comigo"

Recebemos um email desde do início da semana e prometemos divulgá-lo e depois de ter sido analisado pela nossa equipe, segue o desabafo dessa pessoa ao atual prefeito municipal, Ivan de Souza Padilha. 

Bom dia,

Sou um bacurau do pau ôco aqui em Pendências, mas acredite eu estou muito puto com gordinho que corro atrás e acredito nele desde 92. Votei nele para vereador naquela eleição.

A câmara de vereadores esta amordaçada com notas R$ 100,00 e a vice-prefeita não passa de uma figura de decoração e nada vão fazer para mudar a situação do povo de Pendências.

Enquanto isso grande parte da cidade e dos servidores passando aperto e ninguém fala nada em sua defesa.

Ver o que ele vem fazendo com os bacuraus desde que se elegeu e se reelegeu me deixa triste. Ivan prioriza os adversários históricos deixando de lado quem sempre o ajudou quando inclusive ele não tinha nem o que comer e vivia de favores de seus aliados.

A gota dágua foi obrigar as pessoas a trabalhar sem receber, o que é algo que nunca imaginei acontecer. Qual a justificativa plausível para fazer isso? Fazer caixa, pois pagar contas de eleição com certeza não é já que ele venceu com folga e levou todos na conversa e promessas ate hoje não cumpridas. Até porque em 90 dias teremos mais de R$ 13 milhões no cofres de nossa prefeitura. E fica a pergunta que não quer calar? como e onde está sendo aplicado tanto dinheiro.

Colocar o arrogante do irmão dele como prefeito de fato tratando a tudo e a todos as turras e aos gritos e berros dentro da prefeitura, humilhando e tratando mal pessoas dignas, porém carentes e dependentes do dinheiro da prefeitura é de uma maldade sem caso igual no Brasil. Ver amigos meus e seus (?) sendo tratados feitos cachorros por Rogério Padilha me dá uma raiva tão grande de um dia ter aberto a porta da minha casa para ele entrar.

Ivan conseguiu colocar por terra todo o seu discurso de campanha desde 92 quando se elegeu vereador.

Abaixo relaciono alguns fatos que me chamam atenção e decepcionam minha alma de bacurau legitimo que sempre fui desde Dagmar Medeiros. Fui. Não sou mais, pelo menos em Pendências. Mas continuo votando em Henrique e Garibaldi.

Depois de lutar muito por 3 eleições, Ivan conseguiu em 2008 se eleger graças ao desgaste da prefeita Dida, do cansaço do povo com a família Freitas e também do conjunto e consenso de muita gente que se uniu em torno de sua candidatura, de suas ideias, de seu discurso e de seu potencial, mas principalmente pela pessoa Ivan que se mostrava humilde e diferente de tudo que já tínhamos visto no comando de nosso povo.

Quando assumiu desde 2009 o que ele fez diferente do seu discurso em praça pública? Tudo. Absolutamente tudo.

Começou brigando e esquecendo quem mais o ajudou. Até hoje tem gente esquecida por ele.

. Os poucos avanços que vi na saúde, educação, infraestrutura e assistência social se deram somente por 2 motivos: pelos fartos recursos que passamos a ter como nunca tínhamos tido na vida e pela pressão da câmara dos vereadores. Somente.

Vivia falando que a família Freitas estava toda dentro da prefeitura e fez o mesmo. Hoje se conta fácil mais de 10 Padilhas dentro do prédio da prefeitura, principalmente na administração e financeiro.

Falava de falta de transparência das gestões anteriores, mas até hoje nunca abriu as contas de seus mandatos. Não se sabe por exemplo como é aplicado os recursos da Petrobras e que tipo de contrato a prefeitura tem com um escritório de advocacia de Recife.

A relação com a câmara de vereadores no primeiro mandato foi a pior possível e nunca vista na historia da cidade, tudo por culpa dele que prometeu a mesma coisas a vários vereadores, causando irritação e a briga que se arrastou por todo o mandato penalizando o povo. Agora no segundo ficou do jeito que ele quer. Uma câmara subserviente e obediente aos seus caprichos, graças ao dinheiro. Agora ele deita e rola.

Falava que Jailton Freitas não residia na cidade (o que é verdade), mas hoje ele mora aonde? Em Natal com toda sua família e passa de quase 30 dias sem vir aqui.

Falava que daria expediente todos os dias na prefeitura. Alguém lembra da ultima vez que ele atendeu ao povo na prefeitura? Eu não lembro. Já fui lá várias vezes nestes 4 anos e nunca o vi por lá.

Falava das pessoas arrogantes juntas aos prefeitos anteriores... Então o que fazem no mandato dele pessoas como João Galdino, Elias, Chico Cunha, Adailton, Rogério Padilha e mais agora um tal de Ubiratan que veio de Macau ganhando um salário astronômico? E ainda vem mais por aí por que dizem que em Areia Branca ele disse que agora vai ser assim, na porrada. Vai escolher só dos bons para peia ser grande. Quem não aguentar que corra. Eu já corri viu Ivan, faz tempo, mas ti espero em 2016, já que no ano passado você não veio. Tenho muito mais coisas para ti dizer, impublicáveis em sua maioria, coisas que você me prometeu e nunca cumpriu, mas essas só ti digo pessoalmente se a chance aparecer.

Falava na demora para conclusão das obras. Hoje se arrastam a meses as obras do mercado, da estádio de futebol e calçamentos de várias ruas... Não temos matadouro na cidade.

Falava de empresas fantasmas e fez o mesmo trazendo uma empresa de fora que só funcionava no papel para empregar pessoas de todos os tipos sem trabalhar.

Falava em valorizar empresas da terra e compra combustível, cestas básicas, material de expediente e material escolar em empresas de fora da cidade.

Em Areia Branca numa reunião no mês de janeiro disse sem pedir segredos que não ia fazer o carnaval não. Que até tinha entrado na justiça, mas que estava tudo certo com o juiz para que ele se manifestasse contra.

Falava da falta de acesso aos prefeitos e secretários anteriores. Hoje todos andam de carrões fechados, vidros escuros e se escondem do povo que os elegeram. Principalmente o prefeito que não mora em Pendências, tem um celular que ninguém sabe qual o numero e não dá expediente na prefeitura.

Falava da falta de compromisso e atenção dos prefeitos anteriores para com o povo e seus aliados. Hoje o prefeito é conhecido com um homem sem palavras, que não cumpre horários e nem compromissos, que diz que vai e não vai, que promete e não cumpre, que se esconde, que não atende telefone e quando atende diz que está em Natal estando em Pendências, ou vice-versa, dependendo de onde a outra pessoa está. E o mais interessante é que essa má fama dele é a opinião de 100% de seus aliados. Tipo assim, se ele garantir que vai jantar na sua casa não precisa comprar nem os pães por que ele não vai não. Tanto é assim que ninguém acredita que a vice será mesmo sua candidata em 2016. Como dizem as pessoas mais próximas a ele: lançou só para queimar ela em fogo baixo nos 4 anos de mandato.

Todas as cidades da região do vale do Açu já estão com suas administrações caminhando normalmente, com projetos sendo implantados, obras começando, secretarias todas funcionando e máquina rodando normal, menos aqui. Estamos com quase 90 dias do novo mandato e nada disso ocorre aqui. Tudo que se falava e se procurava na prefeitura ficava para março. Pronto março chegou, estamos no dia 11 e até agora nada mudou. Em janeiro faltou paracetamol no hospital. Até hoje o prefeito não anunciou oficialmente seu novo secretariado por completo e o que anunciou já mudou varias vezes. Uma confusão daquelas, bem longe do tal mandato planejado que ele tanto fala. A prova maior foi a inauguração (?) da praça em pendencias de cima, em que até seus aliados disseram sorrindo que a festa era só prá arrumar dinheiro. Piadinha de mal gosto essa viu.

Mas o tempo vai passar Ivan, seu mandato vai acabar e eu sinceramente do fundo do meu coração espero um dia ter de volta o Ivan que eu conheci dentro de minha casa, humilde e comprometido com o povo e seus amigos. Este Ivan não existe mais. Se encantou no dinheiro da prefeitura, foi mordido pela mosca azul e esqueceu a estrada por onde andou, as casas e os amigos que verdadeiramente ti ajudaram chegar onde você chegou. O poder ti encantou tanto que, todos sabem em Pendências, até o amor de sua esposa e filhas você perdeu. Compensa tudo isso por dinheiro Ivan?

Lamento ti informar que a prefeitura não é particular não. Seu mandato já já acaba e terás que voltar ao mundo pequeno dos humanos de verdade. Já ti disse várias vezes: conte comigo. Hoje digo: Não conte não!

Ti espero aqui embaixo!
JUSTIÇA

STJ julga hoje recebimento da denúncia contra 17 acusados da Operação Navalha


A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reúne-se em sessão extraordinária nesta quinta-feira (14), a partir das 14h, para analisar o recebimento da denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra acusados de envolvimento em um grande esquema de desvio de dinheiro público, que implicaria a construtora Gautama, do empresário Zuleido Veras. 

A denúncia, assinada pelas subprocuradoras-gerais da República Lindôra Maria Araújo e Célia Regina Souza Delgado, foi oferecida contra 61 investigados pela Operação Navalha, da Polícia Federal, deflagrada em 2007. 

Em questão de ordem analisada em março de 2010, a Corte Especial do STJ decidiu desmembrar o processo, permanecendo no STJ a denúncia contra 17 réus do chamado “Evento Sergipe”, em razão do envolvimento do conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe Flávio Conceição de Oliveira Neto, detentor de foro privilegiado. 

A relatora do caso, ministra Eliana Calmon, elaborou relatório de 192 páginas, contendo informações sobre a denúncia do MPF e as defesas prévias dos denunciados. Na sessão desta quinta-feira, após a apresentação do relatório, será feita a sustentação oral dos advogados de defesa. 

A operação
A investigação da Polícia Federal, que começou em 2004 na Bahia, apontou a existência de um sofisticado grupo organizado voltado para obtenção ilícita de lucros através da contratação e execução de obras públicas. Diversos crimes autônomos teriam sido praticados, como fraude a licitações, peculato, corrupção ativa e passiva, crimes contra o sistema financeiro nacional e outros. 

O inquérito foi deslocado para o STJ devido à constatação do envolvimento de autoridades com foro privilegiado. As investigações alcançaram ministros de estado, deputados federais, governadores e conselheiro de Tribunal de Contas – os ocupantes desses dois últimos cargos são julgados no STJ. 

A partir das interceptações telefônicas autorizadas pelo STJ, a investigação descobriu que o esquema de desvio de recursos públicos operava em Alagoas, Maranhão, Piauí e Sergipe. Segundo a denúncia, era comandado pelo sócio-diretor da construtora Gautama, Zuleido Veras, e seus empregados. Havia também o envolvimento de empresários, servidores públicos e agentes políticos. 

O suposto esquema teve início no Poder Executivo federal. Em troca de vantagem indevida, servidores e agentes políticos de diversos ministérios direcionavam verbas da União para obras em locais onde havia atuação da Gautama. A atividade do grupo incluía a identificação das pastas que tinham recursos a serem destinados a obras públicas, cooptação de servidores, elaboração de projetos e direcionamento da licitação. 

De acordo com a denúncia, a fase da licitação era a mais complexa, pois compreendia a celebração de acordos para acomodar os interesses de eventuais concorrentes. Com o início da execução das obras superfaturadas, ocorria a apropriação dos recursos públicos. Servidores públicos também seriam corrompidos para aprovar medições e pareceres técnicos fraudados e autorizar os pagamentos. Depois disso, vinha a distribuição das propinas. 

Evento Sergipe
A suposta atuação criminosa do grupo era tão ampla que a denúncia foi dividida por eventos, conforme o local de execução das obras que tiveram recursos públicos desviados. Há os Eventos Maranhão, Alagoas, Sergipe e Luz para Todos. 

Em razão da prerrogativa de foro de um dos acusados, apenas o Evento Sergipe ficou no STJ. O alvo da investigação foi a execução das obras do Sistema da Adutora do Rio São Francisco. O contrato, no valor de R$ 128 milhões, foi firmado em 2001 entre a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e a construtora Gautama, de Zuleido Veras. A Deso é sociedade de economia mista da qual o estado de Sergipe detém 99% do capital. 

Parte dos recursos da obra vinha de convênio celebrado com o Ministério da Integração Nacional em 1999. Foram pagos à Gautama R$ 224,6 milhões, em razão de reajustes efetivados. 

Relatório de ação de controle elaborado pela Controladoria-Geral da União (CGU) apontou diversas ilegalidades na concorrência pública da obra, que direcionaram o contrato para a Gautama. A análise também indicou que grande parte dos recursos públicos federais e estaduais pagos à construtora foi fruto de irregularidades. Segundo a denúncia, o desvio foi de R$ 178,7 milhões, quase 80% do valor da obra. 

Escutas telefônicas
Segundo a denúncia do MPF, diálogos monitorados no período de abril a setembro de 2006 e de fevereiro a maio de 2007 mostram que Zuleido Veras manteve no estado de Sergipe um esquema para alcançar objetivos ilícitos. Cinco funcionários da construtora estariam envolvidos: Maria de Fátima Palmeira, Ricardo Magalhães da Silva, Gil Jacó, Florêncio Vieira e Humberto Rios. 

Haveria também a participação do ex-governador João Alves Filho, do ex-secretário da Casa Civil e conselheiro do Tribunal de Contas do estado Flávio Conceição de Oliveira Neto, do ex-secretário de Fazenda Max José Vasconcelos de Andrade, do ex-presidente da Deso e ex-secretário de Fazenda Gilmar de Melo Mendes, do ex-presidente da Deso Victor Fonseca Mandarino, dos ex-diretores técnicos da Deso Roberto Leite e Kleber Curvelo Fontes; do sócio-administrador da Enpro, Sérgio Duarte Leite; do engenheiro fiscal da obra, Renato Conde Garcia; do ex-deputado federal José Ivan de Carvalho Paixão e ainda de João Alves Neto, filho do ex-governador. 

Essas 17 pessoas denunciadas pelo MPF figuram na Ação Penal 536, que está sendo analisada pela Corte Especial do STJ. Todos são acusados de peculato, delito previsto no artigo 312 do Código Penal (apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio). Também são acusados de formação de quadrilha e corrupção ativa ou passiva. 

O então governador de Sergipe não está na denúncia porque a Assembleia Legislativa negou a autorização pedida pelo STJ para analisar a acusação contra ele. 




ALTO DO RODRIGUES

Se você não viu a sessão da Câmara Municipal da noite de hoje, segue na íntegra

ALTO DO RODRIGUES

Salmos 23 na voz de André Valadão


Não perca tempo e reserve já essa data na sua agenda. 25 de março, Dia do Evangélico e feriado municipal, André Valadão estará se aprsentando nesta cidade em adoração as festividades dos 50 anos do município.

quarta-feira, 13 de março de 2013

ALTO DO RODRIGUES

Daqui a pouco, será transmitida ao vivo em Full HD a sessão da Câmara Municipal

Fiquem ligados
ALTO DO RODRIGUES

Divulgada programação oficial dos festejos de 50 anos de emancipação política do município



RELIGIÃO

Jorge Mario Bergoglio, o primeiro Papa jesuíta e representante das Américas

 O papa Francisco aparece no balcão central da Basílica de São Pedro pela primeira vez como Sumo Pontífice Foto: AP

argentino Jorge Bergoglio, de 76 anos, eleito nesta quarta-feira para suceder o papa Bento XVI, é um jesuíta austero, de tendência moderada e que leva uma vida discreta. Sua designação para ocupar o trono de São Pedro é a primeira de um americano para dirigir a Igreja Católica, que também jamais esteve a cargo de um representante da Companhia de Jesus.

Arcebispo de Buenos Aires e primaz da Argentina, este homem tímido e de poucas palavras goza de um grande prestígio entre seus seguidores que apreciam sua total disponibilidade e sua forma de vida, afastada de qualquer ostentação.

Bergoglio nasceu no dia 17 de dezembro de 1936 no seio de uma família modesta da capital argentina, filho de um funcionário ferroviário de origem piemontesa e de uma dona de casa. Frequentou a escola pública, onde se formou como técnico de química, e aos 22 anos se uniu à Companhia de Jesus, onde obteve uma licenciatura em Filosofia.

Depois de entrar para o ensino privado, começou seus estudos de Teologia e foi ordenado sacerdote em 1969. Aos 36 anos foi designado responsável nacional dos jesuítas argentinos, cargo que desempenhou durante seis anos.

Foi nos anos difíceis da ditadura argentina (1976-83), que Bergoglio precisou manter a qualquer custo a unidade do movimento jesuíta - invadido pela Teologia da Libertação - sob o lema de "manter a não politização da Companhia de Jesus", segundo seu porta-voz Guillermo Marcó. Depois, viajou à Alemanha para obter seu doutorado e em seu retorno retomou a atividade pastoral como simples sacerdote de província na cidade de Mendoza (1.100 km a oeste de Buenos Aires).

Em maio de 1992, João Paulo II o nomeou bispo auxiliar de Buenos Aires e começou a escalar rapidamente a hierarquia católica da capital: foi vigário episcopal em julho deste ano, vigário-geral em 1993 e arcebispo coadjutor com direito de sucessão em 1998. Converteu-se posteriormente no primeiro jesuíta primaz da Argentina e, em fevereiro de 2001, vestiu finalmente a púrpura de cardeal.

O arcebispo goza de prestígio geral por seus dotes intelectuais e dentro do Episcopado argentino é considerado um moderado, a meio caminho entre os prelados mais conservadores e a minoria progressista. Em um país de maioria católica, se opôs de forma tenaz em 2010 à aprovação da lei que consagrou o casamento homossexual, a primeira na América Latina.

"Não sejamos ingênuos: não se trata de uma simples luta política; é a pretensão destrutiva ao plano de Deus", disse Bergoglio pouco antes da sanção da lei. Também se opôs a uma mais recente lei de identidade de gênero que autorizou travestis e transsexuais a registrar seus dados com o sexo escolhido. Estas duas iniciativas esfriaram as relações entre a Igreja argentina e a presidente Cristina Kirchner, embora a presidente, que se declara cristã, seja contrária à legalização do aborto.

Apesar de sua meteórica carreira na hierarquia católica, continua sendo um homem muito humilde. Sua rotina começa às 4 e meia da manhã e termina às 21h. É um grande leitor dos escritores argentinos Jorge Luis Borges e Leopoldo Marechal e do russo Fiodor Dostoievsky, amante da ópera e fã do clube de futebol San Lorenzo, curiosamente fundado por um sacerdote.
RELIGIÃO

Fumaça branca indica eleição de um novo papa para a Igreja Católica

Imagem retirada de vídeo mostra a fumaça branca saindo da chaminé da Capela Sistina Foto: AP


Por volta das 19h05 (15h05, no horário de Brasília) desta quarta-feira, a chaminé da Capela Sistina expeliu a fumaça branca, anunciando para os milhares de fiéis reunidos na Praça São Pedro e observando pela televisão no resto do mundo que os cardeais chegaram a um consenso sobre quem deverá ser o novo papa da Igreja Católica. Foram cinco votações até um cardeal obter dois terços (77) dos 115 votos disponíveis no Colégio Cardinalício.

Ainda não se sabe quem foi escolhido, uma vez que ele só é apresentado ao público após trocar sua batina cardinalícia pela papal e receber o juramento de fidelidade de cada cardeal presente no Conclave. Em breve, o cardeal protodiácono francês Jean-Louis Tauran deve aparecer na sacada do Vaticano e proferir a tradicional frase Habemus Papam, anunciando quem foi o escolhido. 

Em 2005, quando o papa Bento XVI foi eleito, o período entre a fumaça e a tradicional fala levou cerca de 45 minutos. 

Milhares de pessoas enfrentavam a chuva e o frio do início da noite quando o resultado foi anunciado. A multidão começou a festejar logo após a fumaça branca começar a sair da chaminé. A boa nova para a Igreja Católica também foi anunciada com o badalar dos sinos de Roma. Em seguida, mais pessoas começaram a se deslocar para a Praça São Pedro, para aguardar o anúncio do nome do novo papa. 

Anteriormente, os fiéis e turistas reunidos na praça enfrentaram uma longa tarde em que pouca coisa acontecia. Pela hora em que o resultado enfim saiu, acredita-se que tenha havido uma outra votação inconclusiva - sem que a chaminé tenha sido acionada.

Antes da fumaça, um grupo de gaivotas roubou a atenção da imprensa mundial. Televisões e fotógrafas registraram, por um longo período, as aves se alternando no topo da chaminé. Com o cair da noite na capital italiana, elas acabaram deixando o local. Logo após, a fumaça branca apareceu, fazendo valer a espera dos milhares reunidos na praça. 

O Conclave

O cerimonial do Conclave papal iniciou na manhã de terça-feira (dia 12), com a realização da missa Pro Eligendo Papa. Na parte da tarde, os 115 cardeais se reuniram na Capela Sistina e prestaram, um por um, juramento de manter segredo durante a duração do processo eleitoral. Em seguida, as portas foram fechadas. Às 19h42 (15h42 de Brasília), a primeira fumaça negra foi expelida, indicando que o primeiro dia acabava sem que um papa fosse escolhido.


Os cardeais retomaram a votação por volta das 9h30 (5h30) desta quarta-feira. Por volta das 11h40 (7h40), a chaminé voltou a expelir fumaça negra, o que significa que um consenso não foi alcançado nas duas votações do turno da manhã. Os cardeais voltaram a se reunir na parte da tarde e acredita-se que um escrutínio tenha ocorrido sem que fumaça alguma fosse expelida. Na última votação do dia, eles chegaram a um consenso.

Renúncia de Bento XVI

Após cerca de oito anos de papado, Bento XVI surpreendeu o mundo na manhã do dia 11 de fevereiro e anunciou durante um encontro rotineiro com os cardeais que estava renunciando ao posto e deixaria o comando da Igreja Católica no dia 28 de fevereiro. A primeira vez que um papa abandonou o cargo em 600 anos. Joseph Ratzinger alegou que sua "idade avançada" já não lhe permitia exercer suas funções adequadamente. 


Ao deixar o posto de papa, Bento XVI se transferiu para a residência papal de verão em Castel Gandolfo no dia 28, onde está até o presente momento aguardando pela reforma de um apartamento no Vaticano que deve lhe servir de moradia no futuro. A partir de sua renúncia, ele passou a ser conhecido Papa Emérito Bento XVI. 

Após a renúncia ser oficializada, o Colégio Cardinalício iniciou um processo de deliberações que culminou com a convocação do Conclave papal para o dia 12 de março
ALTO DO RODRIGUES

Tá chegando o dia: É sexta-feira, a reabertura de CIA CASA SHOW com Bonde do Brasil e Desembestados do Brasil


ALTO DO RODRIGUES

Câmara aprova requerimento de Nixon que solicita presença do encarregado de limpeza pública

Mais um requerimento aprovado por unanimidade pela Casa e dessa vez de um vereador do governo. Nixon Baracho solicita a presença do encarregado da limpeza pública da cidade, para prestar esclarecimentos sobre a limpeza pública e outros assuntos referente ao contrato.

Lembrando que a sessão ordinária terá início a partir das 20h e além da presença do encarregado da empresa, o secretário municipal de tributação também será sabatinado pelos edis.

Blog fará a transmissão ao vivo em full hd  da sessão.
PORTO DO MANGUE

Municipio ganhará empresa de confecções e recebe apoio da médica Dra Rosa Araújo

 Acompanhada do vereador Juscelino Gregório, Dra Rosa (à dir) visita instalações semelhantes da fábrica que será instalada no Porto.
Já que o governo municipal não faz muito esforço para atrair empresas para o município, muito em breve, a cidade ganhará um grande empreendimento que irá desenvolver o município, gerando emprego e renda para a população.


Ontem, 12, acompanhada do vereador Juscelino  Gregório e amigos, Dra Rosa Araújo e Francisco Bezerra, visitaram as instalações de uma fábrica semelhante a que será instalada no município.

Francisco Bezerra trabalha no ramo de confecções e é especialista em moda e dará total suporte a chegada desse grande empreendimento. 

A parceria entre Dra Rosa Araújo e Francisco Bezerra ainda trará muitos frutos positivos para o município e quem ganhará com isso é a população.

Veja fotos da visita de Dra Rosa Araújo a Fábrica 

Dra Rosa apoia e fecha parceria para a instalação do município.

 
 Dra Rosa e Francisco Bezerra conhecendo e conferindo os produtos produzidos pela fábrica

Com informações do A carapeba

PENDÊNCIAS

Ex-funcionária alega falta de profissionalismo de encarregadas da empresa Potiporã

Recebemos outra denúncia de uma ex-funcionária da empresa Potiporã que alega ter sido demitida por uma encarregada (líder do salão), sem motivo legal, apenas por ter tido problemas pessoais com a encarregada. 

A demissão de Aline Cibele Bernardo aconteceu justamente no dia 08 de março último, data marcada pelo luta de mulheres por melhores condições de trabalho.

Nessa semana, já divulgamos outro caso de assédio moral praticado por encarregadas da conceituada empresa. Lembrando que assédio moral é crime.

Tentamos contato com o gerente Cristiano, mas não tivemos sucesso. Nosso email está à disposição: altonoticias@yahoo.com.br

MANDATO

Bancada se mobiliza em prol dos parques eólicos do estado

Apesar da abundância de ventos no Rio Grande do Norte os recursos têm sido pouco utilizados porque as linhas de transmissão de energia eólica no estado não são capazes de atender o potencial energético na região. Na tentativa de sanar essa situação, a governadora Rosalba Ciarlini, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, e a bancada do RN estiveram no Ministério de Minas e Energia, nesta terça-feira (12).

De acordo com o deputado Felipe Maia (DEM), presente na reunião, o Brasil deve investir nesse potencial que além de gerar energia limpa e barata dará segurança energética para o país. “Essa vocação natural do Rio Grande do Norte pode impulsionar, e muito, o desenvolvimento sustentável do estado, gerando emprego e renda na região”, destacou o parlamentar.

Felipe Maia ainda destacou que a energia eólica pode auxiliar o estado durante o período das secas, quando os reservatórios das hidrelétricas ficam mais baixos. “O país enfrenta o segundo ano seguido de seca, quando o homem do campo vê todas as suas atividades prejudicadas. Principalmente em momentos como esse, quando a água é escassa, percebemos que não se pode desprezar energia”, disse.

O ministro Edison Lobão se disse “amigo da energia eólica” e se comprometeu a tentar encontrar soluções para o impasse das linhas de transmissão de energia. Também compareceram ao encontro os senadores José Agripino (DEM) e Paulo Davim (PV) e os deputados João Maia (PR), Betinho Rosado (DEM) e Fátima Bezerra (PT).