destaque

destaque

sábado, 9 de abril de 2011

ALTO DO RODRIGUES

Terço dos homens comemora quatro anos de existência.

Acontecerá logo mais, às 20h, uma caminhada saindo da Igreja de Alto Alegre até a Igreja Matriz,  comemorando os quatro anos do Terço dos Homens, no Alto do Rodrigues,  que faz parte da Igreja Católica. Depois acontecerá uma missa e em seguida um jantar.

 ALTO DO RODRIGUES 

MARLENE ASSUME NOVAMENTE COMO VEREADORA

Essa foi a quarta vez, que a suplente de vereador, Marlene, assumiu uma cadeira na Câmara Municipal. Agora, ela entra na vaga do edil Fernandinho, que pediu licença de trinta dias, para resolver problemas pessoais e, segundo amigos, Fernandinho, fará uma cirurgia no joelho, sequelas ainda do tempo em que jogava futebol.

Nas outras três oportunidades, Marlene assumiu no lugar do vereador Toinho Olegário, que também se afastou por problemas de saúde.

ACESSIBILIDADE
Na sua rápida passagem pela Câmara, Marlene votou em vários projetos e fez um requerimento muito importante, que não foi atendido pelo chefe do executivo. A vereadora Marlene, solicitou que na revitalização da Avenida Ângelo Varela, fossem criadas rampas de acesso para os portadores de deficiência, cadeirantes e os carrinhos de bebê.

DISCURSO
Em seu discurso, a vereadora (empossada pela quarta vez) disse estar muito feliz e agradeceu pelo fato de está assumindo no lugar de um amigo, que se encontra em tratamento de saúde “seria melhor que não fosse por esse motivo”, disse Marlene em seu pronunciamento. A vereadora ainda comentou que ficará torcendo pela rápida recuperação de Fernandinho e a volta do vereador, para assumir a cadeira na Casa.

VOTAÇÕES
Para não se comprometer ou fazer julgamento precipitado nas matérias dos colegas na Casa, Marlene, pediu para não votar em nenhuma matéria daquele dia, visto que não conhecia o teor, mas se comprometeu em revisar com calma e já votar na próxima sessão ordinária, que está marcada para o dia 13 de abril.
 POLÍCIA

HOMEM É PRESO COM 42 PEDRAS DE CRACK DURANTE OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL EM SÃO PAULO DO POTENGI
Agentes da Polícia Civil lotados no município São Paulo do Potengi, com o apoio da Polícia Militar, deflagraram uma operação de combate ao tráfico de drogas na madrugada desta sexta-feira (08). Ação resultou na prisão de um traficante identificado como Márcio Braz Lopes, de 27 anos. Com ele foram apreendidas 42 pedras de crack.
De acordo com o chefe de investigações da Polícia Civil, Gustavo Albuquerque, a operação deflagrada hoje foi fruto de três meses de investigação. “Nós começamos a fazer esse trabalho a partir da prisão de alguns viciados em drogas em uma casa de show da cidade. Hoje nós cumprimos três mandados de busca e apreensão e fizemos a prisão desse traficante”, relatou. Outros dois envolvidos com o tráfico de drogas estão sendo procurados, mas os nomes não foram revelados para não atrapalhar as investigações.
O acusado confessou que era traficante e alegou que cometia o crime porque estava desempregado e tinha de sustentar a filha. Márcio ainda afirmou que vendia cada pedra de crack ao preço de cinco reais. Ele foi autuado por tráfico de entorpecente e se encontra detido na Delegacia de São Paulo do Potengi.

Por Walfran Valentim, reporter de polícia.
 ALTO DO RODRIGUES

Relembrando a História, encontramos em nossos arquivos várias histórias interessantes e vamos começar pelos antigos poetas que o município teve, que se manifestaram sempre através dos cantadores e dos cordelistas, João Galo é o nosso primeiro personagem.

João Bezerra da Rocha

Conhecido por João Galo, que registrou em versos os grandes fatos da Várzea do Açu, como a história de Manoel Torquato, a tragédia do Rosário, as grandes cheias do rio Açu, indo mais para ale, e cantando, em versos, os embates eleitorais, como a derrota de Aluizio Alves, em 1982, por José Agripino Maia, e muitos dos seus contemporâneos e nos folhetos que publicou, alguns  talvez existentes nos baús dos mais, ou menos cuidadosos saudosistas.

Aluízio Alves era uma espécie de barbatão imbatível. Depois que derrotou Dinarte Mariz com todo o seu potencial, passou a ser um mito populista e derrubou todas as dinastias eleitoreiras do Rio Grande do Norte. E sua fama se representava nos mais ousados gestos populistas, como andar em jerico, fantasiado de cigano, embalado pelas diversas letras musicais populistas que o transformaram em mais um mito.

Apresentava-se arrogante, populista, afirmando imbatível, e desafiando concorrentes por mais carismáticos e poderosos que fossem. A sua derrota para José Agripino, em 1982, quando ambos concorriam ao governo do Estado, transformou-se num fato dos mais fabulosos em todo o Rio Grande do Norte. Na Várzea do Açu, então, nem é bom falar.

E João Galo não deixava passar tamanha epopéia. Num projeto de cordel, em quarenta e duas estrofes, de seis versos, descreveu a quebra do mito Aluizio Alves. Como tantos outros fatos épicos, ocorridos na região, João Galo publicou a sua crônica, a seu modo, quando o episódio ainda latejava na memória e nas emoções populares, de onde sacamos, para amostragem, alguns versos, assim:

Leitores, mais uma vez
Peço a deus que me dê tino
Para desdobrar em versos,
Por capricho do destino
Sobre a perda de Aluizio
E a vitória de Agripino.

Com a história do voto,
Mesmo debaixo do pano,
Foi que o povo acabou
O feitiço do cigano,
Porém o seu resultado
Foi de entrar pelo cano.

Porém o jovem de hoje
Que tem o segundo grau
Não vai mais para conversa
Nem lábia de Bacurau
Já sabe dar a resposta
Pra camelô levar pau.

Camelô de feira livre
Que faz sua propaganda
Enrolando todo o mundo
Deixando a honra da banda,
Porém o povo hoje faz
O que a consciência manda.

Aluizio pensava em ter
Sua grande multidão,
E o povo fazia sempre
Aquela aglutinação,
Tudo foi pelo contrário
Ficou ele em contramão

Aluizio que pensava
O povo inda está maluco
Como nos anos 60,
Que ele como todo o suco,
Porém em 82
Veio cair no cavuco

E comemorando a vitória de Zé Agripino sobre Aluizio Alves, encerrou assim:

Vou dar viva a João sem medo:
Viva João do coração!
Viva João da eleição
Que foi para ele um brinquedo
Desenrolou o enredo
De um caboclo bem esperto,
Com Furtado e Odilon,
Cantando com um bom tom
Dou viva a Carlos Alberto.

Com informações do livro de Gilberto Freire de Melo, sobre o Alto do Rodrigues.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA


AL debate crise entre planos de saúde e médicos
  
            A Assembléia Legislativa debateu na manhã de ontem, 07, a relação entre os médicos e os planos de saúde. O objetivo foi alertar os planos de saúde sobre a insatisfação dos médicos com o valor pago pelos procedimentos. Os médicos afirmam que os reajustes feitos pelos planos de saúde, não são repassados para os profissionais. A iniciativa do deputado e médico Leonardo Nogueira (DEM/RN) contou com a presença de representantes do Conselho Regional de Medicina (CRM/RN), Associação Médica, Sindicato dos Médicos, de diversos profissionais da saúde, e de representantes do Ministério Público. “Os médicos não sabemos da nossa força. Não deveríamos estar passando por estes problemas”, defendeu o parlamentar.



            No primeiro pronunciamento da audiência o Presidente da Associação Médica, Álvaro Barros, disse que o maior prejudicado é o associado que depende do plano, e ameaçou os convênios que administram os planos de saúde. “O convênio que não vier negociar com a classe, vai perder os profissionais. Nós vamos parar. Há dois anos convidamos os planos para negociar e eles não aparecem”. Álvaro Barros criticou a postura da Agencia Nacional de Saúde (ANS). “A ANS não protege o médico, só regulamenta o que é bom para os convênios”.



            Os médicos dizem que alguns planos pagam até R$20 por uma consulta, quando por acordo deveriam estar pagando no mínimo, R$33. O presidente do Conselho Regional de Medicina do RN, Jeancarlo Cavalcante, lembrou que os médicos perderam muito prestígio e poder aquisitivo nos últimos anos. “Perdemos prestígio e poder aquisitivo, e a principal causa é hoje a saúde suplementar”, defendeu Jeancarlo. O presidente do Sindicato dos Médicos, Geraldo Ferreira Filho, alertou que o desequilíbrio entre os reajustes repassados aos clientes, não tem acompanhado os reajustes dados aos médicos. “Esta paralisação do atendimento aos planos de saúde hoje é um grito de protesto. Não podemos mais aceitar estas distorções”.



            Uma assembléia na Associação Médica na noite de hoje vai definir os caminhos adotados pelos médicos diante desta questão. Mas o promotor Alexandre Cunha Lima, que vai mediar as reivindicações, se disse assustado com a denúncia dos médicos sobre interferência dos planos nas decisões que deveriam ser estritamente técnicas. “É preocupante a interferência nos procedimentos médicos. Planos dizendo o que pode fazer, que remédio prescrever. Vamos investigar a falta de autonomia”.


            O Presidente da Sociedade de Cardiologia do RN, Itamar Oliveira, denunciou que a especialidade que representa é a que mais sofre pressão dos planos por causa do custo mais elevado nos procedimentos. “Eu passo muito tempo escrevendo carta, justificando procedimentos óbvios. Qualquer dia desses vou escrever para o Papa para prescrever uma aspirina”. Segundo o cardiologista toda a categoria composta por 150 profissionais no Estado está sem atender.
VIOLÊNCIA NO REALENGO

Sarney classificou como "atentado terrorista" o ataque à escola.


— Não pode passar pela nossa cabeça que isso ocorra nas nossas escolas. De certo modo, é um ato de terrorismo — disse Sarney, para quem o governo deve passar a dar mais atenção à questão da segurança nas escolas.

Paulo Bauer sugere identificação prévia para entrar em escolas
Falando pela liderança do PSDB, Paulo Bauer (SC) sugeriu que o Ministério da Educação determine a todas as escolas públicas no país que exijam dos alunos, no ato da matrícula, a relação das pessoas ligadas a eles que poderão ter acesso à escola. Em nome do partido, o senador manifestou solidariedade às famílias de crianças assassinadas e feridas na escola em Realengo, no Rio de Janeiro.
ALTO DO RODRIGUES

Hoje tem forró no Bar do Mano. Blog estará no ar, na próxima segunda-feira.
VIOLÊNCIA

Senado promete mais leis para coibir violência
Tragédia em escola pública do Rio de Janeiro é lamentada por parlamentares, que cobram medidas para proteger melhor jovens e criança. Além de manifestações de senadores chocados com o assassinato de 12 crianças no Rio de Janeiro, ocorrido ontem de manhã, o Senado reagiu ao massacre com promessas de novas leis para coibir a violência. As principais manifestações partiram do presidente da Casa, José Sarney; dos senadores pelo Rio, Marcelo Crivella (PRB), Francisco Dornelles (PP) e Lindbergh Farias (PT); dos integrantes da Comissão de Relações Exteriores (CRE); e do presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Eunício Oliveira (PMDB-CE).


Um esforço para votar projetos contra a violência foi anunciado ontem pelo presidente da CCJ. Eunício afirmou que, na véspera, já havia pedido levantamento dos projetos que tratam de segurança pública, que considera a maior preocupação dos brasileiros. Referindo-se à tragédia em Realengo, Eunício Oliveira disse que a segurança nas escolas deve ser hoje uma preocupação nacional. Segundo Eunício, diariamente morrem crianças vítimas da violência nas escolas, o que exige das autoridades medidas preventivas.


— Nossos jovens estão expostos a todo tipo de violência, e não podemos assistir passivamente a essa onda criminosa. Os traficantes estão viciando e matando os jovens nas imediações das escolas e isso é intolerável — acrescentou.


Lindbergh Farias ressaltou que o momento é de mobilização social e de repensar os valores da sociedade.

— Falo como brasileiro que conhece aquele povo. Ninguém sabe o que se passa na cabeça de uma pessoa como essa quando resolve assassinar crianças. O povo do Rio, em especial os pais daquelas crianças, não merece isso — afirmou o parlamentar.


Francisco Dornelles disse que estava chocado com o ocorrido e que se sentia "como os pais das crianças", que enviaram seus filhos para estudar e que jamais esperavam por uma tragédia como a ocorrida nesta manhã.


Marcelo Crivella disse estar com o "coração estraçalhado de tristeza". Foi dele o requerimento para que a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional aprovasse voto de pesar às famílias das vítimas.
ALTO DO RODRIGUES

Altofolia 2011, poderia ter sido melhor.
Tido como um dos melhores carnavais fora de época do Vale do Açu, o altofolia poderia ter sido melhor. Esse ano, o Altofolia perdeu muito do seu brilho natural. A data, foi um dos motivos para essa queda de público, mas mesmo assim, os foliões corresponderam e brincaram nas cordas, na pipoca com grandes bandas. O Alto Astral, o único bloco a participar de todas as dezesseis edições, trouxe para a avenida, Oz Bambaz, no sábado, 26, e a sensação do momento, Garota Safada, no domingo, 27.

Dôra, uma guerreira!
Você que está lendo, tem noção de quanto custa colocar um bloco na rua, literalmente? É muito caro. Mas, Dôra, diretora do bloco e dona do evento Alto Folia, se mostrou mais uma vez, uma mulher forte, guerreira, que não se deixou abater por manobras, para que o alto astral, não brilhasse na avenida. 

Titita, a irmã, dona Joana, a mãe e Dôra, a guerreira!
Sem ter o apoio da prefeitura municipal, o bloco alto astral, contou com a participação do foliões e o patrocínio de empresas que acreditaram (e acreditam) no evento, que nasceu para comemorar o aniversário do município.
A prefeitura municipal de Alto do Rodrigues só patrocinou o bloco Kissarro, onde o irmão do prefeito é o diretor, mas a falta de patrocínio da prefeitura no no bloco alto astral, não desanimou a diretoria.

BATERIAS TUDOR ACREDITOU NO ALTO ASTRAL


Uma das empresas mais conceituadas no segmento de baterias, acreditou tanto no evento, como no bloco Astral e o objetivo foi alcançado. Mais de cinco mil pessoas fixaram a marca da empresa, líder no mercado de baterias.

A empresa foi criada por dois empresários em 1993 e o nome Tudor é uma homenagem ao inglês Henry Tudor, o primeiro fabricante de baterias em escala industrial. 

Atualmente a empresa tem 21 centros de distribuição própria, 30  centros de distribuição terceirizados no Brasil  e mais 20 centros de distribuição internacional na América do Sul, América Central, Ilhas do Caribe, África e Europa. Ao todo são mais de 10.000 revendedores autorizados.




A logomarca da Baterias Tudor estava estampada no trio do bloco Alto Astral, que percorreu cerca de dois quilômetros pela Avenida Angelo Varela, arrastando mais de cinco mil pessoas, entre foliões e a turma da pipoca, uma prova que a parceria entre a empresa e o bloco Alto Astral foi sucesso e merece continuar.

Alto Astral e Baterias Tudor, parceria que deu certo.

Com informações do site da Baterias Tudor.
 COMBATE AS DROGAS

POLÍCIA CIVIL PRENDE QUATRO TRAFICANTES COM 19 QUILOS DE MACONHA EM CAICÓ
 
A Polícia Civil prendeu no último dia 05, quatro pessoas sob acusação de tráficos de drogas no município de Caicó. Com eles foram apreendidos cerca de 19 quilos de maconha em tabletes.
Os acusados foram identificados como Carlos Roberto da Silva Júnior, mais conhecido como “Juninho Catingueira”, de 24 anos, o vendedor Robson Rodrigues dos Santos, 25, natural de Patos-PB, Poliana Taiane de Medeiros, 26, e mais um adolescente, de 17 anos.

A prisão aconteceu após denúncias de que Juninho Catingueira estaria traficando drogas na região e de que ele iria receber uma grande quantidade de droga no dia de ontem. Os policiais civis foram até a residência do acusado, onde fizeram campana e passaram a seguir os passos deste na tentativa de conseguir pegá-lo em flagrante recebendo a droga. O traficante foi abordado em atitude suspeita quando entrava em um veículo juntamente com o menor e Robson. Na revista, os agentes encontraram um tijolo de maconha cortado em três tabletes.

Ao ser indagado sobre o restante da droga Juninho confessou que tinha deixado na casa de sua prima Poliana, em uma vila próximo ao local da abordagem. Chegando ao local, os policiais não encontraram o entorpecente, mas quando conduziam os acusados à delegacia receberam uma denúncia informando que Poliana havia escondido uma bolsa completa de tijolos de maconha sobre o telhado do quintal. Na residência encontraram uma bolsa contendo 26 tijolos de maconha.

Em depoimento à polícia, Juninho confessou ser o dono da maconha apreendida, mas defendeu a prima alegando que ela não sabia da existência da droga. A versão foi confirmada por Poliana, que negou ter escondido parte da maconha em sua residência. Robson também negou participação no crime. Todos foram autuados por tráfico de entorpecentes e encaminhados à Delegacia de Caicó.

Por Walfran Valentim, reporter de polícia, especial para o nosso blog.
 CÂMARA FEDERAL

Felipe Maia critica projetos aprovados na Câmara

Os deputados da base do governo pretendem gastar o dinheiro do povo brasileiro de forma irresponsável. A afirmação foi dita pelo deputado Felipe Maia (DEM), nesta quinta-feira (07), no plenário da Câmara, para criticar a aprovação de duas propostas, esta semana, que serão responsáveis por aumentar as contas públicas.

Uma delas, a medida provisória (MP) 511 concede o empréstimo de até R$ 20 bilhões para a construção do Trem de Alta Velocidade (TAV) que vai ligar a cidade do Rio de Janeiro a Campinas (SP). De acordo com o parlamentar, poderão ser gastos R$ 34,6 bilhões com o trem-bala, sendo que R$ 20 bilhões sairiam fruto de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante seria proveniente da iniciativa privada.

“Não sou contra o desenvolvimento do país. Mas sugiro que esses recursos sejam investidos nos portos, aeroportos e estradas. Além disso, estudos mostram que para garantir o crescimento econômico do Brasil é preciso se investir mais no Nordeste”, argumentou o deputado.

Outra medida aprovada pela Casa modifica o Tratado de Itaipu. O decreto triplica o valor pago pelo Brasil ao Paraguai pela energia elétrica (vai passar de US$ 3 para US$ 9 pelo megawatt/hora). Segundo Felipe Maia, o governo brasileiro repassará ao vizinho cerca de R$ 6 bilhões até 2023, período em que termina a vigência do acordo entre os dois países.

Para o vice-líder da minoria, a ratificação desses projetos sinaliza a submissão da bancada governista que aprova as matérias enviadas pelo governo, sem preocupação com o dinheiro público. “É preciso que a Casa não se esqueça que fomos feitos para defender o interesse nacional. Inclusive gastando com responsabilidade o que a população paga em impostos”, disse.

O deputado ainda lamentou o novo corte que o governo Dilma fará no Orçamento. De acordo com a proposta, o Executivo cortará metade das emendas parlamentares. Dos R$ 13 milhões que deputados e senadores têm direito a repassar para os estados, 50% serão cancelados. “Enquanto a bancada governista bajula o governo federal aprovando todas as medidas que chegam à Câmara, o Palácio do Planalto devolve com chibatadas, cortando os recursos que nos permitem atender as demandas do estado e levar desenvolvimento aos municípios”, ressaltou.

Fonte: Assessoria
 ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

George Soares quer solução para falta de segurança no RN

O deputado George Soares (PR) cobrou ações concretas no combate à violência no Rio Grande do Norte. Ele manifestou preocupação com o crescente índice de criminalidade e afirmou que se sente na obrigação de refletir sobre sugestões, propostas e idéias que possam sinalizar uma opção para o enfrentamento “desta crítica situação da falta de segurança”.
De acordo com o deputado, o ITEP registra três homicídios a cada 48 horas. “A falta de segurança representa uma aflição permanente na vida de toda a sociedade norte-rio-grandense e do Brasil. Sinto-me no dever de trazer este tema ao debate e com isso, contribuir para que possa surgir uma ação, que ao menos devolva às pessoas um pouco de bem-estar e segurança”, enfatizou.
O parlamentar questionou se a política de segurança do estado é satisfatória, se o aparelho é adequado para atender a demanda e se a política de reinclusão social dos que cumpriram pena está sendo efetiva. Ele solicitou ainda um diagnóstico sobre a situação das delegacias de polícia nos municípios.
George Soares também alertou para questões como o número de policiais que cuidam da segurança no RN, o acúmulo de funções de delegados, a solicitação de convocação dos suplentes da Polícia Militar e da Polícia Civil, o melhoramento de salários da polícia e a aquisição de equipamentos.
“São diversos pontos de fundamental importância que devemos discutir, ouvindo a todos e dando oportunidade para que democraticamente possamos tentar encontrar saídas para este labirinto que é a falta de segurança do nosso povo”, afirmou.
 ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Mineiro destaca decisão do STF sobre piso nacional do professor

O deputado Fernando Mineiro-PT em pronunciamento no plenário registrou a decisão do Supremo Tribunal Federal que por sete votos a dois confirmou na noite da quarta-feira última a constitucionalidade da lei do piso nacional para os professores da rede pública.
Além de reconhecer a constitucionalidade da lei, que foi contestada em 2008 pelos governadores do Mato Grosso do Sul, do Paraná, de Santa Catarina do Rio Grande do Sul e do Ceará, o STF determinou que o piso deve ser considerado como vencimento básico e inicial.  
De acordo com Fernando Mineiro foi uma vitória para os educadores brasileiros. Foi uma data que ficará na história da Educação.
ALTO DO RODRIGUES

Vereadores aprovam requerimento sobre fechamento de retorno feito pelo prefeito.

Os vereadores aprovaram o requerimento do vereador Jonas Augusto de Souza, que solicita cópia do processo administrativo que gerou na interdição no retorno em frente à Igreja Católica, interrompendo o acesso à Rua Abelardo Rodrigues com a Rua Sete de Setembro. No requerimento, Jonas Augusto diz que não houve autorização da Câmara para executar essa obra.
O requerimento foi aprovado pela maioria, só não votaram a favor do requerimento, os vereadores Antonio José, Toinho Olegário e Zé de Zeca, o que gerou uma desabafo do edil do PMDB.

"Eu nunca votei contra nenhum requerimento de vocês, agora isso me deixou muito chateado, vocês (vereadores que votaram contra), não terem votado no meu requerimento, que é um benefício para o povo", desabafou Mê.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

ALTO DO RODRIGUES

Sessão pelo twitter:  www.twitter.com/altonoticias  

 PENDÊNCIAS

ADVOGADO AFIRMA QUE NÃO FOI OUVIDO NEM INFORMADO SOBRE INQUÉRITO

Dr. Marlus: "Não há ilegalidade na minha
indicação para defender o prefeito".

O advogado Marlus César Rocha Xavier compareceu á redação de O Jornal de Hoje na segunda-feira (04) e disse que não foi citado ou convocado a presta esclarecimento em inquérito policial conduzindo pelo delegado regional de Policia Civil, Antonio Pinto,que motivou o juiz da comarca de Pendências a suspender a sessão da Câmara Municipal daquele município que iria votar relatório da Comissão  de Processo Administrativo que apura denuncias de irregularidade na gestão do Prefeito Ivan Padilha.

“Fui surpreendido com as noticias nos jornais. Não sabia que existia esse inquérito policial. É mais estranho ainda porque conheço pessoalmente o delegado Antonio Pinto e o escrivão Josué, da delegacia regional”, declarou Marlus César. “Ele ressaltou que o advogado na área criminal desde 1995 e que é uma pessoa conhecida na região de Mossoró, do vale do Assu e Macau.”

Volto a dizer: em nenhum momento fui chamado para ser ouvido ou comunicado da existência do inquérito Policial” reforçou Marlus César disse não saber os motivos de não ter sido ouvido no inquérito.Ele disse que foi nomeado pela Comissão Processante da Câmara Municipal de Pendências como Advogado dativo para defender o prefeito Ivan Padilha “porque nem o prefeito nem seu advogado compareceram ás convocações e sessões da Comissão Processante”.

Sobre a indicação pela Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mossoró para que atuasse como defensor do prefeito, feita por solicitação da Comissão Processante, afirmou: “A indicação da OAB constante na ata da sessão da Câmara são declarações minhas e vou provar que fui indicado no momento oportuno, depois que for desvendado essa trama que está o correndo”.

Ainda segundo Marlus César, “Não há ilegalidade na minha indicação. Fiz a defesa do prefeito pelo que podia ser feito. Qual o crime em defender o prefeito tendo sido nomeado pela Comissão da Câmara?”, indaga, ressaltando que nunca respondeu processo em sua carreira profissional.


Fonte: O Jornal de Hoje, edição da última segunda-feira (04).
 ALTO DO RODRIGUES


Ex-prefeito Abelardo Rodrigues comenta o resultado da pesquisa

"recebo o resultado da pesquisa com humildade e agradeço a cada um pela lembrança do meu nome. ainda não vencemos nada. a pesquisa retrata o momento, por isso precisamos continuar firmes com o propósito de mudar com responsabilidade e devolver aos altorodriguenses auto estima e dignidade", disse o ex-prefeito a nossa equipe.


PESQUISAS I

ZÉ PEDRO DESAFIA O PREFEITO EIDER E O
SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO, ASSIS
MEDEIROS

O vereador Zé Pedro lançou desafio ao prefeito Eider


O secretário Assis Medeiros ja tratou de correr para justificar o péssimo desempenho do prefeito, Eider Medeiros, na pesquisa divulgada durante todo o dia de ontem, por quase todos os blogs do estado.

Segundo Assis, a pesquisa foi encomendada pelo ex-prefeito  Abelardo Rodrigues. Na avaliação do vereador Zé Pedro, já era de se esperar esse tipo de reação por parte dos familiares do prefeito.
O vereador continua, dizendo que as denúncias que a cunhada do prefeito faz no blog, não passa de notícia requentada e sem provas, que há 2 anos tenta forjar para opinião pública. "Até hoje o tribunal de contas do estado não concluiu a análise das contas de 2008. se for pelo prefeito, o irmão e a cunhada, Abelardo já está julgado e condenado. e o que é pior, sem direito a defesa" disse Zé Pedro.

Zé Pedro finaliza, agradecendo pela lembrança do povo, como o vereador mais atuante do Alto do Rodrigues, e lança um desafio a Eider e Assis Medeiros, "prefeito, se você e seu irmão não acreditam nos números da pesquisa, eu desafio você a contratar o mesmo  instituto, o Teledata, a refazer uma nova pesquisa e divulgar o resultado, tornando aberta ao conhecimento de todos, assim quem sabe, você se convence da sua desaprovação".

Resta esperar se o desafio será aceito.

terça-feira, 5 de abril de 2011

 ALTO DO RODRIGUES


Abelardo, melhor prefeito de todos os tempos, desponta como vitorioso.

Ex-prefeito Abelardo tem a menor rejeição do eleitorado 
A pesquisa de opinião pública realizada pela TELEDATA no município de ALTO do RODRIGUES, aponta o prefeito Eider Medeiros, do PMDB, como o campeão no quesito rejeição. Veja os números:

REJEIÇÃO 

Eider só ganha para Abelardo quando o assunto é rejeição. Em qual desses candidatos o Sr(a) não votaria de forma alguma para PREFEITO se a eleição fosse hoje?

Abelardo Rodrigues - 15,50%
Eider Medeiros - 55,43%    
Ns/Nr - 29,07%

O prefeito do Alto do Rodrigues, do PMDB, perderia feio para o ex-prefeito Abelardo, do DEM, se a eleição fosse hoje, segundo dados da Pesquisa de opinião pública realizada pela TELEDATA no município de ALTO do RODRIGUES no último dia 01 de abril de 2011.

A situação do prefeito do Alto do Rodrigues Eider Medeiros na pesquisa espontânea já ruim e na estimulada, fica muito pior, segundo os números divulgados pela TELEDATA que fez 258 entrevistas, sendo 170 na zona urbana e 88 na zona rural, com margem de erro de 3,0 pontos percentuais.

Os locais pesquisados:
URBANA: Centro, Guarita, COHAB, Novo Horizonte, São Francisco, Chico Gerente, Santa Rosa, Alto Alegre e Carcará.

RURAL: Tabatinga, Ponciana, Estreito, São José, Gajé, Tabuleiro e Barrocas.

ESPONTÂNEA - Em quem o Sr (a) votaria para PREFEITO se a eleição fosse hoje?

Abelardo Rodrigues - 46,90%
Eider Medeiros - 18,22%
Oliveira - 0,78%
Brancos/Nulos - 4,26%
Ns/Nr - 29,84%

ESTIMULADA - Em qual desses candidatos o Sr(a) votaria para PREFEITO se a eleição fosse hoje?

Abelardo Rodrigues - 63,18%
Eider Medeiros - 22,09%
Indecisos - 4,65%
Brancos/Nulos - 9,69%
Ns/Nr - 0,39%

Fonte: www.dovale.zip.net

segunda-feira, 4 de abril de 2011

 Humor

O funcionário vai até o almoxarifado e pergunta:
- Você tem envelopes redondos?
- Não, temos envelopes quadrados e retangulares.
- Então como envio essa circular?

O presidente da empresa diz à secretária:
- Marque uma reunião de diretoria para sexta.
A secretária lhe pergunta:
- Sexta se escreve com "x" ou com "s"?
- Melhor mudar para segunda.

 AINDA
Alto do Rodrigues: Dôra: Uma mulher maravilha.
Alto do Rodrigues: Dia da mentira: notícia agitou aliados de Abelardo e Eider.
Alto do Rodrigues: Prefeito Eider, começa mais uma ação
Alto do Rodrigues: Abelardo, mesmo perdendo, ainda sai ganhando.
Pendências: Bairros pedem socorro.
 ARTIGO
O (BOM) VINHO DE JESUS
Públio José – jornalista

O texto parece grande, mas a importância dessa leitura é muito maior.
Tenha o prazer de ler esse artigo por completo.

Um dos momentos mais comentados da vida de Jesus Cristo é o que está descrito no Evangelho de João, capítulo 2, que trata das bodas de Cana da Galiléia. É a célebre transformação da água em vinho. Muito se tem falado a respeito do assunto. O ponto de maior discussão é o que tenta definir se o vinho originado da água tinha álcool ou não. Os que bebem encontram no episódio um argumento a mais para continuar entornando seus copos seja qual for o motivo. Os que não bebem batem firme na tecla de que Jesus jamais produziria uma bebida que alterasse – para pior – o estado de espírito das pessoas. Essa polêmica vara os séculos até os dias atuais. E tudo indica que não se chegará nunca a um consenso, a uma conclusão fechada em torno do assunto. Deixando de lado esse aspecto do caso – embora acreditando que o vinho de Jesus não continha álcool – queremos aqui abordar outro lado da questão.

O versículo 10, do mesmo capítulo 2, nos traz a reação do mestre-sala – também conhecido como mordomo, organizador de festas, e que nos dias atuais seria tratado como promotor de eventos – sobre a qualidade do vinho que Jesus produzira a partir da água. Suas palavras, ditas ao noivo, foram as seguintes: “Todos costumam por primeiro o bom vinho e, quando já beberam fartamente, servem o inferior; tu, porém, guardaste o bom vinho até agora”. A admiração do tal promotor de eventos residia no fato de que houve regularidade na qualidade do vinho servido do início ao fim da festa.

É esse ponto que eu quero ressaltar na análise dos acontecimentos que se passaram há mais de dois mil anos atrás. O que vem de Jesus não tem variação, não tem descontinuidade, não tem perda da qualidade – enfim, não tem alteração. Jesus nos contempla com o que de melhor Ele tem para nos dar – do início ao fim da nossa vida.

Com Jesus não tem essa história de gestos de segunda ou de terceira categoria; de ações que se iniciam, mas não se completam. Com Jesus o bom vinho é servido do início ao fim, dando um sabor todo especial ao espetáculo da vida – para os que crêem, é claro. Lamentavelmente muitos se perdem na discussão estéril se o vinho produzido por Jesus continha álcool ou não. Muitos continuam perdendo um tempo precioso por não descortinarem a sabedoria extraordinária de Jesus, gastando tempo em polêmicas improdutivas, deixando de alcançar a posição que Ele almeja para todos nós: o de bons bebedores do seu vinho, de apreciadores do vinho do seu amor. O vinho de Jesus não tem o álcool que o mundo conhece, que embriaga, empobrece, embrutece a alma humana. O vinho de Jesus se manifesta através de sua presença constante em nossas vidas, impregnando nossas almas do aromático buquê da sua alegria.

Ainda segundo o relato bíblico, o noivo estaria em vias de passar por momentos de extrema dificuldade. Em plena festa o vinho acabou. E agora? O que fazer? Supermercados naquele tempo não existiam. Distribuidores de bebidas também não. Muito menos lojas de conveniência. Além do mais, aonde encontrar, àquela altura, vinho em quantidade e qualidade suficiente para servir a tanta gente? A situação era realmente vexaminosa.

Tanto naquele tempo, como nos dias atuais, é vergonhosa a situação de alguém que faz uma festa e deixa a bebida se acabar no meio da comemoração. No caso do noivo a situação era bem pior. Afinal, se tratava de um casamento, evento carregado de todo o simbolismo e ritualística da religião judaica. Com certeza o noivo seria encarado pela família da noiva – e pelos convidados – como um relapso, um desastrado, no mínimo um imprevidente.

Certamente haveria conseqüências, escândalo. Para sorte do moço Jesus se fazia presente em sua vida. E seu toque, sua misericórdia, seu inesgotável amor recolocou tudo no lugar. Ao transformar a água – que em nada resolveria a questão naquele momento – em vinho de qualidade, Jesus alterou radicalmente o curso daquelas vidas. Do noivo, da noiva, dos familiares de ambos – e até dos convidados. Transformando maldição em bênção, tristeza em alegria, decepção em realização. Até o mestre-sala ficou satisfeitíssimo. Afinal, sua clientela não teria do que reclamar – muito pelo contrário. Com Jesus é assim. A turbulência pode até vir. E com certeza virá. Mas, através do vinho do seu amor, situações difíceis podem ser modificadas. O que está esperando? Vamos experimentar o vinho de Jesus? Tim, Tim.

 ALTO DO RODRIGUES
Nasce mais uma abelardista
Taísa Nicolly, filha de Tiago e Soledade (filha de Xavier Cabral), nasceu hoje à tarde (15:30h), no Hospital Promater, em Natal/RN. A pequena de 51cm pesou quase quatro quilos. Uma das primeiras pessoas a visitarem a nova família, foi a eterna primeira-dama, Rita Martins que presenteou a mais nova abelardista com uma corrente. Muita saúde para a pequena que tem um mundo para conhecer. Parabéns ao casal.


EM DEFESA DO POVO
Zé Pedro acusa Antonio José e Zé de Zeca de prejudicarem os distritos de São José e Barrocas.
O vereador Zé Pedro entrou em contato com o blog para afirmar e acusar os colegas de Câmara, (mas da base do governo Eider), de estarem prejudicando os distritos de São José e Barrocas.
De acordo com Zé Pedro, o vereador Antonio José, (mais votado no distrito) teria feito pedido ao prefeito, para tirar da sala de aula da Escola do distrito, dois professores e, mandar para outro lugar.
A mesma atitude fez Zé de Zeca, um dos mais votados em Barrocas. Segundo Zé Pedro, o edil também teria solicitado ao prefeito para transferir dois professores de Barrocas para outro lugar. O motivo das transferências seria por que os professores são amigos dos vereadores e não queriam mais ficar ensinando em lugares tão longe.
Como se isso não fosse o bastante, ainda foi descontado no pagamento dos professores em torno de hum mil reais para um e novecentos reais para outro professor.
ALUNOS ESTÃO PERDENDO AULA
Ainda de acordo com o vereador Zé Pedro, os alunos estão perdendo aulas, pois os professores indicados para dar aulas, não estão indo, em virtude de não ter transportes para os lecionadores, que ficam na secretaria de educação do município, aguardando um carro para levá-los até os distritos de São José e Barrocas para ensinarem as crianças.
Zé pedro disse que era melhor Antonio José fiscalizar as obras fantasmas que Eider Medeiros fez no distrito como a quadra de esportes e Escola Municipal, que juntam somam mais de R$ 60 mil.
"Ao invés de Zé de Zeca pedir transferência de professores amigos, com a desculpa de não ensinar no distrito porque é longe, deveria se preocupar com falta de água no distrito. O problema da comunidade é apenas uma bomba que custa quase cinco mil reais. Isso é o que o vereador Zé de Zeca deveria pedir ao prefeito, não transferir professor, para os alunos perderem as aulas, como está acontecendo",disse indignado o vereador Zé Pedro.

Vale ressaltar que os três vereadores são do Democrata, partido que faz (ou deveria fazer) oposição ao prefeito Eider Medeiros, mas Antonio José e Zé de Zeca estão dando sustentação ao governo Fazendo Acontecer.
Nota: Até o término dessa matéria, nossa produção tentou falar com os Antonio José e Zé de Zeca, mas não conseguimos. Nosso email para comentários a respeito desse absurdo é: altonoticias@yahoo.com.br
BANG-BANG
A tarde de domingo foi de muita movimentação no bairro São Francisco. Segundo policiais tudo começou depois que a polícia estava fazendo ronda de rotina e foi recebida à bala por traficantes. Há traficantes baleados, um dos bandidos acertou um policial, mas está fora de perigo.



 PENDÊNCIAS

Imagem vale mais do que mil palavras. Essas fotos abaixo são da cidade que recebe CEM MIL REAIS POR DIA, somando todos os tributos, a arrecadação do município, passa dos TRÊS MILHÕES E MEIO DE REAIS.

As fotos são do lixão DEScontrolado. Ainda tem as imagens chocantes dos bairros que pedem socorro e a população clama por justiça.


Material hospitalar se mistura com outros materiais, um crime.


Material hospitalar deveria ser jogado de forma diferenciada

Lixão em Pendências.


Crianças que deveriam receber apoio especial, ações para tirar o futuro de Pendências dos lixões.


Catadores aproveitam o lixo para reciclar, mas não sabem do perigo que correm.
G7 PODE APARECER EM REDE NACIONAL
Pelo trabalho que os vereadores de oposição vem desempenhando, a mídia nacional não vai demorar para entrevistar os bravos vereadores que buscam incessantemente, mostrar os desvios feito pelo executivo municipal, Ivan Padilha. Lutando contra tudo e contra todos, os edis continuam firmes e fortes na busca por uma Pendências melhor para se viver.
A cidade se divide com duas verdades. Cidade rica, recheada de maquiagem. Se pelas ruas principais, o prefeito desempenhou alguma ação foi graças as constantes cobranças dos edis, mas Ruas adjacências sofrem com o descaso do poder público municipal, o hospital passa situações precárias.
As fotos serão mostradas no decorrer da nossa programação. São fotos assustadoras e que merecem a atenção das autoridades.
Afinal, os vereadores Isac Carlos, Egrinaldo Leonês, Tácia Liane, Januncio Freitas, João do Leite, Franklin e Carlos Montenegro, são brasileiros e não devem desistir de fiscalizar o executivo, seja o gestor que for!
BUXIXO ARREBENTOU.
Sempre saindo em períodos festivos, a edição do Buxixo, arrebentou, mostrando as celebridades que fizeram sucesso no Alto Folia 2011.