destaque

destaque

quarta-feira, 23 de março de 2011

 PENDÊNCIAS

Prefeito ignora decisão da justiça e não comparece para dar explicações, mas assessores fizeram manifestação pelas ruas.


O prefeito Ivan de Souza Padilha deve tá querendo brincar com a justiça, pelo menos essa é a impressão que o chefe do executivo deixa transparecer para parte da população que esteve ontem, para escutar as explicações do prefeito à respeito  da denúncia da Comissão Processante 010/2010.
Depois de receber nove convites para comparecer à Câmara para dar explicações da acusação de ter efetuado pagamento sem previsão legal aos professores do municipio, o prefeito simplesmente não compareceu e nem mandou nenhuma justificativa.
A sessão de ontem, 22, foi a segunda oportunidade em menos de três dias, a primeira foi dada na última sexta-feira (18), onde o prefeito não compareceu e muito menos entregou alguma declaração sobre sua ausência na oitiva.
Os vereadores cumpriram à risca a decisão do juiz de Pendências em ofertar (mais uma vez) oportunidade para que o chefe do executivo municipal, pudesse se defender das acusações.
Na sentença que proferiu semanas atrás, o juiz  da Comarca de Pendências, M.M. Marco Antonio Mendes Ribeiro, comentou que por várias vezes, o oficial de justiça foi intimar o prefeito, mas o mesmo não se encontrava na sede da prefeitura, seu local de trabalho.
Para piorar o caso, o escrivão 'ad doc' foi intimar os advogados, na capital do estado, mas o procurador, se recusou em receber a intimação. Sem contar, que a secretária foi orientada a dizer que os advogados do prefeito Ivan estavam em Brasília/DF.
Por sorte ou ironia do destino, ao sair da rua, olhando pelo retrovisor do carro, o presidente da Casa (que acompanhava o escrivão) notou que o advogado acabara de sair de dentro do escritório em direção ao carro. Voltaram e se apresentaram, mesmo assim, o advogado Dr. Verlano Queiroz, se recusou a assinar a intimação.
Mas, segundo o presidente da Comissão, vereador Egrinaldo Leonês, tanto o prefeito como os advogados foram intimados, por AR, pela via judicial e por hora certa.

Já era esperado a ausência do prefeito municipal, Ivan de Souza Padilha (PMDB) à Comissão Processante 010/2010. De acordo com os edis, o prefeito não quer se defender, apenas ganhar tempo e com isso está enganando a Justiça, aliás, não está desrespeitando a decisão judicial, que ofereceu mais um prazo para defesa.

Quebrando protocolo

O advogado da ativa, Dr. José Willian Medeiros (OAB 6766) pediu que o presidente da Comissão Processante 010/2010, vereador Egrinaldo Xavier Leonês, que fosse quebrado o protocolo e enviasse uma equipe até a sede da prefeitura municipal, com o intuito de tentar intimar novamente o prefeito Ivan de Souza Padilha.
Diante dos fatos, o advogado Willians Medeiros, enviado pela OAB, disse que  prefere deixar os argumentos já apresentados, pois já entrou no processo em andamento.
No gabinete do prefeito, irmão do chefe do executivo, garantiu que prefeito não vai à sessão por não ter sido intimado pessoalmente. 
Para atender o pedido do advogado, o presidente da Comissão, enviou uma equipe até à prefeitura e ao chegar o presidente da Câmara, vereador Franklin de Lima Teixeira e o escrivão 'ad doc'  foram recepcionados no gabinete do prefeito, pelo irmão do chefe do executivo, Dr Iran Padilha, que informou que o prefeito não irá a sessão por não ter sido intimado pessoalmente.

Manifestantes



De acordo com populares e vereadores as pessoas que estavam fazendo manifesto em frente à Câmara, vaiando vereadores e assessores, eram todas pessoas que tem cargo comissionado e foram obrigadas a fazer esse tipo de baixaria.


Já na noite de segunda-feira, o mesmo grupo entregou pelas ruas um panfleto onde o prefeito pede a presença do povo na Câmara Municipal.


Próximos passos.
Depois da realização das duas sessões de oitiva, onde se pretendia escutar as explicações finais do prefeito Ivan à respeito do pagamento sem previsão legal, feito aos professores, fato que gerou a criação da Comissão Processante 010/2010, a Comissão terá cinco dias para as alegações finais, escutando a versão do advogado de defesa ativa, fato que deverá acontecer no início da próxima semana.

terça-feira, 22 de março de 2011

 HUMOR

O presidente da empresa diz à secretária:
- Por favor, marque uma reunião de diretoria para sexta-feira.
A secretária lhe pergunta:
- Sexta se escreve com "s" ou com "x"?
- Melhor marcar para segunda.

 PENDÊNCIAS




Panfleto distribuído ontem à noite pelas ruas da cidade.

mais novidades pelo twitter: www.twitter.com/altonoticias

segunda-feira, 21 de março de 2011

 Humor

Para começar a semana, nada melhor do que sorrir e nós vamos contribuir fazendo a nossa parte.

O chefe diz:
- Por favor, não conte pra ninguém o quanto estou lhe pagando...
O funcionário responde: fique tranquilo, porque para mim também é uma vergonha.

 ALTO DO RODRIGUES


Nessa semana, teremos muitas matérias interessantes sobre o aniversário da cidade, a administração atual e muito mais.

 PENDÊNCIAS


A verdadeira cidade que não é mostrada pelo poder público que fatura mensalmente mais de R$ 3 milhões.

O que você verá a seguir não são imagens vindas do Japão, são fotos Pendências de hoje, cidade rica de povo pobre.

Quadra de esportes da comunidade de Pedrinhas.


Lixão descontrolado recebe material hospitalar.

 ARTIGO

OLHAI OS LÍRIOS DO CAMPO!  
(Mt. 6.28)

Públio José – jornalista

Esta é uma das citações mais conhecidas da Bíblia. Faz parte de um dos mais belos momentos vividos pelos discípulos na companhia de Jesus. A essência de seu discurso envolvia a questão da ansiedade das pessoas, já naquele tempo, com a sobrevivência, com o vestir, o ter, o exibir. Na sua palavra, Jesus exortava os presentes no sentido de não se angustiarem tanto com as necessidades do dia a dia. Muito sabiamente, Jesus já preparava as pessoas daquele tempo – e dos tempos atuais – a respeito da importância de preservar sua qualidade de vida, não permitindo a ocupação da mente com pesos em excesso nem com uma configuração de vida super avaliada nas coisas materiais.

Aliás, Jesus também deu uma certa importância às demandas materiais de nossas vidas, deixando bem claro, porém, de que nossa preocupação com essas coisas deveria caminhar até um certo limite. A partir daí...

As palavras de Jesus lastreiam também uma afirmação de fé. No momento em que fez essa afirmação era verão na Palestina e nos campos, rigorosamente, não havia lírio algum. Jesus tencionava, assim, puxar pela mente das pessoas, fazendo-as lembrar de que, apesar da geografia árida, seca que elas tinham diante de si, existia sempre a perspectiva de um tempo de beleza, de fartura, de provisão. Ou por outra: mesmo quando a vida está em baixa, com predominância da dor, da incerteza, da amargura, existe sempre a perspectiva de surgir o outro lado da medalha.

E, através da fé, um novo tempo poderá ser alcançado. À frente de Jesus as pessoas estavam confusas. Como enxergar lírios belíssimos, de uma textura luxuriante, em meio à secura de um período de verão? Ou como enxergar uma nova realidade de vida diante da escravidão materializada na presença do senhorio romano?

 “Olhai os lírios do campo!” Ao fazer tal afirmativa, Jesus queria enlarguecer nossa visão, ampliar nossos horizontes. Sabe-se que no campo existem armadilhas contra a vida. As aves de rapina, os répteis, os rigores do inverno, o calor inclemente do verão. Os predadores, os animais de grande porte, as ervas daninhas... Apesar disso tudo, os lírios também surgem, emoldurando com sua beleza uma nova realidade.

O problema é quando o campo – em síntese, na ótica de Jesus, uma alegoria da vida, do mundo – é visualizado somente através das grossas lentes do negativismo gratuito. Apesar de todas as adversidades da vida, há sempre a presença de algo belo a ser visto, focalizado, priorizado. E que, diante de um vastíssimo leque de sentimentos que a vida nos impõe, tais como o egoísmo, o individualismo, a soberba, a arrogância, há sempre a chance de cultivarmos o belo, o frutífero, o substancial, o edificante.

Ao que tudo indica, a planta que Jesus nomeou em seu discurso como lírio é hoje conhecida com o nome científico de “anemone coronária”. Tinha uma haste de uns 40 centímetros e pétalas vermelhas, púrpuras, azuis, róseas ou brancas. Como se vê, algo de uma beleza realmente estonteante em meio à aridez do solo palestino. Segundo relatos históricos era uma planta de floração comum na região, florescendo próxima ao tempo da colheita do feno.

Devido à sua beleza, já era usada em larga escala na decoração dos ambientes requintados, bem como nas casas simples dos moradores do campo. Era, por assim dizer, um referencial de beleza, de nobreza, de excelência decorativa. Uma planta que realmente fazia a diferença.

É nesse ponto que quero destacar o eixo sobre o qual gira o ensinamento de Jesus. Fazer a diferença. Priorizar sentimentos nobres sobre o negrume dos valores cultivados atualmente.

Há momentos na vida em que a mente se fecha. O horizonte divisado vai somente um pouco além das agruras do dia a dia. O belo da vida se perde diante da feiúra do contexto da existência. É preciso romper essa linha divisória que demarca a tristeza da alegria, a angústia da paz, o caos da ordem, da serenidade, da esperança.

Quando o campo da existência está recheado de abutres, répteis e ervas daninhas, é necessário se crer que, mesmo num campo assim, a semente do lírio está lá, latente, pronta a brotar – a se fazer presente. A irradiar a vida com a variedade de suas cores, a emergir bela, firme, altaneira em meio à aridez da geografia social da atualidade.

“Olhai os lírios do campo” é em sua essência uma receita inteligente de vida. Ou por outra, uma concepção ideal de vida para quem deseja enxergar a realidade atual como algo mais do que um mero passar de dias. Vai olhar?

domingo, 20 de março de 2011

 Recordando o melhor da folia

A galera que curte o Alto Folia já se prepara, pois falta apenas uma semana. No próximo sábado, a banda de maior sucesso na bahia, Oz Bambaz, arrebentaram. Já no domingo (27), o furação, a banda de maior sucesso na atualidade, estará fazendo a animação do Alto Astral. Garota Safada.
Mas quem curtiu o carnaval de Guamaré, jamais esquecerá. E, não custa relembrar os melhores momentos dessa grande festa popular.

 GUAMARÉ

Vendas no carnaval superou expectativas e deu lucro extra para ambulantes.

Os ambulantes e comerciantes que trabalharam no carnaval de Guamaré, contabilizam lucros com a festividade do carnaval da cidade, tido como um dos maiores e com as melhores atrações.

Para os comerciantes formais e informais que venderam bijuterias, bebidas, refrigerantes entre outros, foi muito importante a participação da prefeitura, organizando e dando oportunidade, também, para os vendedores da cidade, que conseguiram um lucro extra com as vendas.

Alguns ambulantes ficaram apreensivos, pois existia uma grande possibilidade do grande carnaval de Guamaré, não acontecer, mas a prefeitura conseguiu resolveu a tempo, fato que, deixam os comerciantes formais e informais bastante felizes e animados com os lucros extras.

Se não fosse a coragem do prefeito Auricélio Teixeira eu correr para conseguir a liberação do evento, alguns comerciantes ficaria em situação precária, muitos, gastaram todo o dinheiro, comprando bijuterias, adereços e espumas para vender no carnaval. 

"Investimos tudo que tínhamos para vender no carnaval de Guamaré, graças a Deus, deu tudo certo, toda a família estar feliz", disse um casal que estava vendendo sanduíches e refrigerantes. Alguns ambulantes também agradecem ao Ministério Público pela compreensão e entender que muitas famílias vivem dessas vendas, da venda de latas de cerveja.

Com a certeza que o carnaval iria acontecer, donos pousadas, conseguiram lotar todas as vagas nas principais pousadas da cidade.
Se o carnaval não tivesse acontecido, seria o maior prejuízo para os proprietários, pois a maioria das reservas já tinham sido feitas havia meses e, alguns donos já tinham recebido dinheiro adiantado dos hóspedes. "Já imaginou o nosso prejuízo, caso o carnaval não tivesse acontecido?, questionou uma proprietária de pousada na cidade.

A prefeitura não passou dados sobre a quantidade de ambulantes, mas de acordo com a nossa visita à cidade, eram em grande número. Sem esquecer nos comerciantes da cidade, que em certos momentos, acabaram com o estoque muito cedo.

Veja quem brilhou no carnaval de Guamaré.


O amigo Joab e Sabidinho(lenço na cabeça), acolhe a galera do Alto do Rodrigues, a turma do alto astral

Irreverência nas ruas de Guamaré.


Divan (sentado no banco preto) e sua turma de amigos.


Galera no carro do mel


No estilo, He-man, o ex-vereador Hélio, festeja o sucesso do carnaval


Uma multidão na cidade de Guamaré

O mel fez a festa dos milhares que curtiu o carnaval de Guamaré

Fantasmão animou a galera na ida e na volta do percurso.

Fabinho e sua amada, curtindo pelas ruas o melhor carnaval da região.

Na sacada, o professor de artes marciais, Liu, apresenta o manto sagrado natalense.


Cerca de 120 policiais fizeram a segurança na cidade. Apenas um incidente, um fio de energia caiu, mas rapidamente, tanto a Guarda Municipal como a polícia militar isolou o local e resolveu o problema.


Uma multidão pelas ruas cantando os principais sucessos do carnaval e da banda Fantasmão
Multidão repleta de alegria pelas ruas da cidade.
No estilo Bel, do Chiclete, o irmão do vereador Gustavo Henrique, presente no carnaval.

Gatinha espera a chegada da banda Araketu


Milhares de pessoas pelas ruas, as palavras de ordem era alegira e descontração.

Valeu a pena esperar a banda Araketu

Muita animação e os principais sucessos, levaram a galera à loucura.

Fabinho e esposa, juntamente com Katiúcia com o namorado, comemorando o sucesso do carnaval de Guamaré, tido como um dos melhores do estado.

Na chegada, perto da Central do Cidadão, a galera já esperava Araketu

A cantora arrebentouuuuu

Muita água pra lavar o mel, ingrediente muito usado, inclusive para beijar na boca.

Atitude responsável. Depois da festa, a prefeitura se preocupou em limpar as ruas do mel deixado pelos foliões.


E na Terça-feira, último dia de carnaval, data especialmente para as mulheres,  que festejaram o dia internacional da mulher pelas ruas da cidade de Guamaré.


Homenageadas do dia. Só elas.


Depois a galera toda.


Mário (2º da dir p esq) com  amigos.

Vista parcial da folia.

Galera do Alto Astral invadiu Guamaré com muita alegria, descontração e informação sobre o melhor bloco do alto folia.


Por lá, mais integrantes do bloco mais bonito do Alto do Rodrigues. O casal Marcos e Neide.


Até o secretário de agricultura do Alto, Múcio, festejando com amigos.

Quando o carro do mel, ninguém fica limpinho, nossa equipe escapou por pouco.

Não é à toa que Ricardo Chaves a cada ano, ganha troféu como cantor revelação, melhor ano. Em Guamaré, ele mostrou isso. Completou o percurso, mas como queria mais, pediu ao motorista do trio, para retornar e terminar do outro lado.
Depois de ser informado que não daria certo, pois o número de pessoas em volta do trio era muito grande, RC resolveu tocar além do que o contrato permitia, para agradar a galera.
"Aqui é um carnaval de verdade, lá em Salvador, é só os trios passeando, as pessoas nos camarotes. Vocês estão lavando a nossa alma, muita alegria", disse Ricardo Chaves, parabenizando o carnaval de Guamaré.

Ricardo Chaves arrepiou e agradou, tanto a galera como a organização do evento, deverá ser presença garantida no próximo carnaval de Guamaré.

O trio já parado há mais de meia hora e não parava de chegar gente.

Nossos agradecimentos ao empresário por ceder espaço para a nossa equipe fotografar e filmar.


Galera do Alto Astral em ótimo astral na festa de Guamaré.


Momento especial para a galera.


Até o presidente da Câmara, vereador Emilson de Borba juntamente com a sua esposa, caíram na folia.


Muita música, muita água, muito mel, só alegria em Guamaré.

Ricardo Chaves só não tocou "Piui-piui, toca a mão no meu ombro, não deixe o trem descarrilhar"


Até a galera de Ceará marcou presença no carnaval de Guamaré, "O prefeito daqui tá de parabéns pela excelente festa, muito tranquila", disse um cearense.

PIMENTA NATIVA
De acordo com a organização do  evento, a banda Pimenta Nativa quebrou o contrato que tinha com a prefeitura, em tocar no mela-mela.
A polícia foi acionada para localizar a banda que tinha ido embora antes de tocar na cidade. Para não deixar os foliões no prejuízo, a banda tocou à noite, encerrando o carnaval de Guamaré, mesmo com esse incidente, fechou com chave de ouro.

 ALTO DO RODRIGUES

Os principais momentos do Justiça na Praça, programa social que levou cidadania à população de Alto do Rodrigues, Pendências e Afonso Bezerra. O evento aconteceu na última sexta-feira,18. De acordo com os organizadores foram atendidos 10.350 pessoas das três cidades.


Ainda na quinta-feira, a equipe de Afonso Bezerra, capitaneadas pela primeira-dama, Aldenora Bezerra, que já preparavam o estande do município.

A galera afonsobezerrense não podia deixar de registrar esse momento.
A turma de Pendências marcou presença e apresentou as potencialidades.


Outro estande de Pendências


Passeando pelos estandes filha e mãe, Zilminha e dona Lourdes.


A turma do direito marcou presença. A família do futuro advogado Francisco Nunes (que não é Teté), em momento de descontração e ampliando o conhecimento dos pimpolhos.


Aqui os advogados renomados, Dra Ana Lúcia (Macau) e Dr. Ricardo Sobral (Ceará-Mirim)

O "Justiça na Praça" é um programa social, desenvolvido pelo Núcleo de Programas e Projetos Sociosambientais do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desde 2007. O objetivo é oferecer o maior número de serviços do Poder Judiciário estadual e de outras instituições parceiras, no mesmo espaço e tempo, sem bucocracia, de forma ágil e eficaz.


No palco, diversas apresentações, entre elas a do grupo de desbravadores "Águias do Alto"


Que além de música, os jovens fizeram um bonita apresentação do Ordem Unida.

fechando assim, com chave de ouro, mais uma apresentação do "Águias do Alto".

Na 20ª edição, realizada em Alto do Rodrigues, foram realizadas 219 audiências, com a presença de 14 juízes, 05 promotores de justiça, mais de 20 advogados,  06 defensores públicos, 92 casamentos entre Alto do  Rodrigues e Pendências (47, só no Alto do Rodrigues) e, 45 em Pendências, além de mais de 40 parceiros.


De Pendências, o grupo de dança, fez uma bela apresentação, mostrando aos jovens os caminhos das drogas.

Quem assistia na pláteia era o professor de dança, Eudes, que também faz parte do grupo de dança Art Factor, mas no momento, o jovem se recupera de um acidente.
Amigas de longas datas, a diretora de AltoNoticias ladeada por Kátia (Sec. de Assistência Social) e Aldenora (Primeira-dama)
A banda sanfônica de Afonso Bezerra

Belíssima apresentação.


Depois de tocar muita música boa, o maestro e sua banda  foram aplaudidos de pé pelo público
A banda soube bem representar o município de Afonso Bezerra no Alto do Rodrigues, tanto que recebeu de pé, os aplausos do prefeito, primeira-dama e secretária de assistência social, além do público local.